Informação independente faz a diferença

Conheça a small cap mais desejada pelo mercado

Iochpe-Maxion
Os papéis da fabricante de autopeças têm alta de quase 60% em 2017

As ações da Iochpe-Maxion (MYPK3) estão no foco dos analistas e investidores no mês de agosto. Um levantamento do Money Times com seis carteiras recomendadas focadas em companhias de baixa capitalização de mercado mostra que os papéis estiveram presentes em cinco delas (Bradesco, Coinvalores, Genial, Santander e Upside Investor). É o segundo mês consecutivo em que a fabricante de autopeças é a mais escolhida.

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

Além de ser uma preferência entre as small caps, a Iochpe é indicada por diversos analistas. Os resultados apresentados na quinta-feira após o fechamento dos mercados foram muito bem recebidos. O lucro líquido no período ficou em R$ 24,6 milhões, um crescimento de 441,6% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Desconsiderando os efeitos não recorrentes dos períodos, contudo, o lucro líquido teria sido de R$ 52,5 milhões, um crescimento de 847%. O Credit Suisse, em uma nota assinada hoje pelos analistas Felipe Vinagre e Thiago Cassen, avalia que os resultados vieram impulsionados pela recente recuperação da produção de veículos no Brasil e nas operações internacionais.

Analistas

“Nos EUA, as fracas tendências para os veículos foram mais do que compensadas pelo melhor cenário para os caminhões pesados, enquanto a divisão europeia continua sólida”, explicam Vinagre e Cassen. O banco avalia ainda que, após alguns anos de queima de caixa e perto do ponto de virada, reestruturação de custos e a inauguração da nova fábrica de rodas de alumínio, a Iochpe entrou em uma nova fase.

Iochpe
Inauguração da nova fábrica de rodas de alumínio encaminhou a Iochpe para uma nova fase

“A empresa não tem planos para projetos de expansão de capacidade no curto prazo, o que, combinado com a capacidade disponível no Brasil, deve levar o investimento a permanecer abaixo dos níveis da depreciação nos próximos 12 a 18 meses”, avaliam os analistas. A recomendação é “outperform”, com um preço-alvo de R$ 16,71.

Segundo a Upside Investor, que indica os papéis em sua carteira small caps, a empresa tem colhido os frutos de uma importante redução de custos e aumentos de receitas que vêm de 2016.

“Assim como outras empresas industriais, há uma forte tendência de recuperação de tais setores e que dada as características do negócio, há razoável melhoria dos resultados. Destacamos o programa de recompra de ações da empresa que pode oferecer sustentação aos preços atuais”, explica a análise assinada por Ricardo Walendorff e Shin Lai. O preço-alvo estimado é de R$ 20.

Recomendações

Em uma análise publicada após o balanço, o BTG Pactual disse que ver riscos de alta para as suas estimativas e reforçou a recomendação de compra. Os analistas Renato Mimica e Samuel Alves têm os papéis como os preferidos no segmento de autopeças e um preço-alvo de R$ 21.

“Observamos que uma melhor alavancagem operacional no Brasil provavelmente continuou a contribuir fortemente para melhores margens consolidadas, apoiando nossa tese de que a Iochpe deve se beneficiar massivamente das perspectivas de melhores tendências de produção de automóveis no Brasil”, explicam.

A WhatsCall Research cita os dados da Anfavea (Associação Nacional dos. Fabricantes de Veículos Automotores), que projetam um crescimento na produção de veículos de 31,5%, com a exportação crescendo 35,6% e mercado interno avançando 4%, para reiterar a sua recomendação de compra e um preço-alvo de R$ 22.

“Com o cenário projetado pela Anfavea, aliado a queda nas taxas de juros, a Iochpe-Maxion é um dos melhores ativos para se estar posicionado, já que atua no segmento de rodas / autopeças (que mostraram forte crescimento), e de equipamentos ferroviários”, explicam Catarina Pedrosa, Fernando Bresciani e Flávio Conde, que assinam o relatório.


 

Últimas Notícias