Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Contratação de R$ 100 bilhões de investimentos em rodovias “não é nada”, diz CNT

31/01/2019 - 17:29
(José Cruz/Agência Brasil)

O presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT) Clésio Andrade, em resposta à fala desta quinta-feira (31) do ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas sobre a contratação de R$ 100 bilhões de investimentos em rodovias para os próximos 30 anos por parte do governo, referiu-se ao anúncio como sendo “nada” e afirmou que, “sem fortes investimentos em infraestrutura de transporte, o Brasil não cresce”.

EXCLUSIVO: Conheça o novo Ranking de Fundos Money Times/App Renda Fixa

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Para Andrade, o montante necessário para investir é gigantesco. Só para a realização de obras mais urgentes, como reconstrução, restauração e readequação das vias desgastadas, são necessários R$ 48 bilhões em investimentos imediatos.

A CNT, em um levantamento realizado em 2018, concluiu que 61,8% das rodovias pavimentadas no Brasil se encontram em más condições, classificadas como regulares, ruins ou péssimas. De toda a malha rodoviária, apenas 12% são pavimentadas.

A confederação calcula um investimento necessário de R$ 566,6 bilhões para recuperar e tirar o setor rodoviário do atraso de mais de 40 anos. Para rodovias, ferrovias, hidrovias, portos e aeroportos, a necessidade de investimento é de R$ 1,7 trilhão.

“O governo sozinho não tem condição de fazer frente a esse volume de investimentos”, diz Andrade. “Por isso, é importante conhecer as reais necessidades e abrir o setor para a participação maciça da iniciativa privada”.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 31/01/2019 - 17:29