Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

EUA: “Ataque teve como objetivo impedir futuros planos iranianos”

03/01/2020 - 0:51
Aiatolá Khamenei e Qassem Soleimani
Aiatolá Ali Khamenei e Qassem Soleimani (Imagem: www.leader.ir)

Em um comunicado oficial divulgado nesta quinta-feira (2), o Departamento de Defesa dos EUA (Pentágono) confirmou que o presidente, Donald Trump, ordenou o ataque aéreo no Iraque que matou Qassem Soleimani, que liderava a Guarda Revolucionária Islâmica Corps-Quds Force do Irã.

Veja a nota:

“Sob a direção do presidente, os militares dos EUA tomaram medidas defensivas decisivas para proteger o pessoal dos EUA no exterior, matando Qasem Soleimani, chefe da Guarda Revolucionária Islâmica Corps-Quds Force, uma organização terrorista estrangeira designada pelos EUA.

O general Soleimani estava desenvolvendo ativamente planos para atacar diplomatas americanos e membros do serviço no Iraque e em toda a região. O general Soleimani e sua força Quds foram responsáveis ​​pela morte de centenas de americanos e membros do serviço de coalizão e pelo ferimento de milhares de outros”.

Ele orquestrou ataques a bases de coalizão no Iraque nos últimos meses – incluindo o ataque de 27 de dezembro – culminando na morte e ferimento de mais pessoal americano e iraquiano. O general Soleimani também aprovou os ataques à embaixada dos EUA em Bagdá que ocorreram nesta semana.

Este movimento teve como objetivo impedir futuros planos de ataque iranianos. Os Estados Unidos continuarão a tomar todas as medidas necessárias para proteger nosso povo e nossos interesses onde quer que estejam ao redor do mundo”.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Leia mais sobre: EUA, Guerra, Internacional, Irã

Última atualização por Gustavo Kahil - 03/01/2020 - 0:51