Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Fusões e aquisições crescem mais de 20% em oito meses, diz Anbima

10/12/2018 - 15:07

Mercados

De acordo com estatísticas da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), os negócios envolvendo fusões e aquisições movimentaram R$ 121,4 bilhões até setembro. Tal resultado, em comparação ao mesmo período de 2017, representa um crescimento de 26%. Por outro lado, as operações caíram: foram 68 até o fim do terceiro trimestre de 2018. Em 2017, o número fechou em 99.

Os negócios envolvendo a compra de companhias brasileiras por estrangeiras resultaram em uma receita de R$ 54,6 bilhões, alta de 23% frente ao volume apresentado em 2017. “O crescimento do volume reflete as operações de grande porte realizadas no ano, além do avanço no montante gerado pelas aquisições de empresas brasileiras por estrangeiras”, explica Dimas Megna, coordenador do subcomitê de Fusões e Aquisições da Anbima. A compra e venda entre empresas locais somaram R$ 60,3 bilhões, 49,7% do total.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Papel e celulose, TI e telecomunicações e alimentos e bebidas conseguiram levantar, juntas 67,5% da receita no ano, com, respectivamente, 39,3%, 15,5% e 12,7% de participação.

Aquisições de controle somaram 52,7% do volume total de 2018. Uma incorporação resultou em 39,3% do faturamento, enquanto fusões e aquisições destinadas à compra de participação minoritária corresponderam a 4,2%. Joint venture representou 3,8% do montante.

De acordo com Megna, os resultados registrados, somados às operações anunciadas no quarto trimestre, revelam um quadro de encerramento de ano similar aos dos períodos anteriores.

Leia mais sobre: Anbima, Economia, Mercados

Última atualização por Gustavo Kahil - 10/12/2018 - 15:07