Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Gafisa irá lançar ações com deságio de 19,4%

16/04/2019 - 10:02
Os acionistas detentores de ações companhia terão prazo de 30 dias para exercer seu direito de preferência (Fonte: Facebook oficial da Gafisa)

A Gafisa (GFSA3) decidiu em uma reunião do seu Conselho de Administração realizada na segunda-feira (16) à noite um aumento de capital mediante a emissão de até 71,031 milhões de ações ao valor de R$ 6,02, o que representa um deságio de 19,4% na comparação com o valor de fechamento de ontem (R$ 7,47).

Os acionistas detentores de ações companhia terão prazo de 30 dias para exercer seu direito de preferência , além de um bônus de 15% sobre o valor da ação na subscrição de tal aumento de capital e direito de preferência no rateio das sobras e um bônus de 3% sobre o valor da subscrição do rateio de tais sobras.

O Conselho também reelegeu Roberto Luz Portella como Diretor Presidente, Financeiro e de Relações com Investidores, bem como Eduardo Laranjeira Jácome para ocupar o cargo de Diretor Executivo Operacional.

Por fim, a empresa aprovou que sejam tomadas as medidas cabíveis para a emissão de 1,4 milhão de ações canceladas.

Histórico

A empresa tem tomado decisões para investigar as decisões realizadas durante o período que esteve sob administração da gestora GWI, do investidor Mu Hak You. No acumulado de 2019, os papéis da empresa afundaram 55,80%.

Durante o período que esteve sob comando da GWI, a Gafisa passou por momentos de muita turbulência, como a troca da diretoria por nomes sem experiência de mercado, mudança de sede, fechamento de escritório no Rio de Janeiro, isso sem contar os atrasos nos pagamentos de fornecedores.

Ao assumir a gestão, a GWI usou parte do caixa da empresa para recomprar ações da própria empresa. Mesmo assim as cotações da empresa na bolsa despencaram.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Gustavo Kahil - 16/04/2019 - 10:03