Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Grupo italiano Enel inicia operação comercial de usina solar no Piauí

26/02/2020 - 11:08
Energia Solar
A companhia informou que a primeira fase do projeto, com 475 megawatts, demandou um investimento total de cerca de R$ 1,4 bilhão (Imagem: Reuters/Alvin Baez)

O grupo italiano de energia Enel (ELPL3) recebeu autorização para iniciar as operações de uma enorme usina de geração solar no Estado brasileiro do Piauí, em projeto que, segundo a companhia, é o maior da fonte renovável na América do Sul.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deu aval para a operação comercial de três unidades do complexo São Gonçalo que totalizam cerca de 145 megawatts em capacidade instalada, segundo despacho do regulador no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

O complexo fotovoltaico na cidade de São Gonçalo do Gurguéia somará um total de 608 megawatts em capacidade, se incluída uma expansão já negociada, segundo a Enel.

Em nota no início de janeiro, a companhia informou que a primeira fase do projeto, com 475 megawatts, demandou um investimento total de cerca de 1,4 bilhão de reais.

Da capacidade total da usina solar, 265 megawatts em potência instalada foram viabilizados com contratos de 20 anos para suprimento a distribuidoras de energia, obtidos pela Enel após vitória em leilão realizado pelo governo brasileiro em 2017.

O restante da capacidade do parque solar, incluindo a expansão para 608 megawatts, terá a produção negociada em contratos no mercado livre de eletricidade, onde grandes consumidores, como indústrias, podem negociar contratos diretamente com geradores e comercializadoras.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Lucas Simões - 26/02/2020 - 11:08