Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Inflação ao consumidor do Japão acelera em novembro e atinge máxima de três anos

20/12/2019 - 9:11
Japão Tóquio Turismo
A inflação permaneceu distante da meta de 2% do banco central, destacando o desafio que o Banco do Japão enfrenta para elevar os preços conforme a economia mostra sinais de desaceleração (Imagem: Unsplash/@jezael)

O núcleo da inflação anual no Japão acelerou em novembro e uma importante medida de preços atingiu máxima de mais de três anos, sugerindo que as empresas estão gradualmente repassando o aumento dos custos trabalhistas e a alta nos impostos para os compradores.

Mesmo assim, a inflação permaneceu distante da meta de 2% do banco central, destacando o desafio que o Banco do Japão enfrenta para elevar os preços conforme a economia mostra sinais de desaceleração.

O núcleo do índice de preços ao consumidor, que exclui os voláteis preços de alimentos frescos, subiu 0,5% em novembro sobre o ano anterior, mostraram dados do governo nesta sexta-feira, igualando a expectativa do mercado e acelerando ante 0,4% em outubro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O chamado núcleo do núcleo da inflação, que elimina o efeito de alimentos frescos e custos da energia, avançou 0,8% em novembro sobre o ano anterior, no ritmo mais forte de alta desde abril de 2016.

Os consumidores pagaram 5% mais por sushi em novembro e 8% mais pelo sorvete. Entretanto, analistas duvidam que as altas se mantenham, dados os sinais de desaceleração da economia.

Última atualização por Lucas Simões - 20/12/2019 - 9:11