Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

O progresso de um ETF de bitcoin

23/01/2020 - 12:01
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
bitcoin moedas cartão de crédito
Um fundo negociado na bolsa de Bitcoin é um assunto recorrente no mundo cripto, já que faz tempo que a SEC insiste em não aprovar (Imagem: Unsplash/@wildbook)

Por Ryan Selkis

Estou em um momento em que acredito que finalmente iremos ver o tão aguardado ETF (fundo negociado em bolsa) de bitcoin nos próximos 12 a 18 meses.

Parece que o Bitcoin Investiment Trust da Grayscale (GBTC) vai ser a primeira empresa a receber o “sim”.

A gestora de ativos do Digital Currency Group (DCG) enviou um documento “Form 10” (formulário para o registro de valores mobiliários para a possível negociação) à SEC em novembro para se tornar uma empresa que apresenta relatórios à SEC, um grande passo em direção a um fundo de índice de cripto.

Isso irá garantir acesso à confiança de uma audiência maior de investidores qualificados.

O produto da Grayscale tem um atrativo que os produtos alternativos não têm: senso de inevitabilidade.

É a maior gestora de criptoativos (mais de US$ 2,5 bilhões em AUM — ativos sob gestão), quase negociado (GBTC negocia em mercados de balcão e está disponível para varejo através de um ETF “secundário”) e tem o histórico mais longo (iniciou suas operações em 2013).

Essa manobra mais recente foi voluntária, mas é, claramente, um esperto sinal regulatório/de cumprimento, e a empresa vai começar a enviar relatórios trimestrais não auditorados (10-Q), relatórios anuais (10-K) e informações direcionadas por acontecimentos imediatamente (incluindo demonstrações financeiras auditadas).

Tudo o que resta para a SEC fazer é finalmente reconhecer que esse veículo quase negociado já está disponível, é líquido e amplamente cobiçado por investidores varejistas enquanto, ao mesmo tempo, a teimosia da SEC em aprovar um ETF de bitcoin “oficial” está atrapalhando, de forma quantificável, esses mesmos investidores ao perpetuar o bônus que existe em ações publicamente privatizadas.

A situação atual só é possível por conta de uma estrutura diferente que literalmente ninguém quer que exista: algo que é ruim para os investidores, para a Grayscale e para a própria SEC.

Em algum momento, o bom senso terá que prevalecer. Me parece que isso vai acontecer antes tarde do que nunca por conta da Grayscale.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 10/02/2020 - 21:17