Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Petrobras sem monopólio? Compre as ações, diz analista

29/04/2019 - 7:38
Segundo uma análise publicada nesta segunda-feira pelo BTG Pactual, os ativos poderiam valer US$ 15 bilhões

O possível fim do monopólio do mercado de refino no Brasil pela Petrobras (PETR3; PETR4) é uma ótima notícia para a estatal, apesar de esta lógica, a princípio, parecer equivocada. A empresa anunciou no final da semana passada a venda de oito refinarias, de uma rede de postos no Uruguai e de parte da participação na BR Distribuidora (BRDT3).

As unidades disponíveis para negociação representam cerca de metade da capacidade total do Brasil (1,1 milhão de barris por dia), o que está muito superior ao equivalente a 25% anteriormente proposto para o desinvestimento. Além disso, a Petrobras irá vender o percentual total de cada uma delas, contra uma fatia de 60% vista antes.

>>> Veja aqui como você pode ficar rico com Petrobras.

Segundo uma análise publicada nesta segunda-feira (29) pelo BTG Pactual, os ativos poderiam valer US$ 15 bilhões. Este valor possivelmente não contempla quaisquer ativos de logística e comercialização relacionados.

Por que isso é bom?

O primeiro ponto é a continuidade da redução do endividamento da empresa. O possível valor arrecadado, quando aliado às vendas de US$ 10,3 bilhões já anunciadas no início de 2019, pode levr o nível de alavancagem da Petrobras a 1,5 vez  (Valor da empresa sobre o Ebitda) até o final do ano.

“Além disso, vemos a venda de refinarias como o desinvestimento mais importante da Petrobras, não apenas devido a seu tamanho, mas também por que a sua posição monopolística em refino foi possivelmente a principal razão para a interferência em sua política de preços”, explicam os analistas Thiago Duarte, Pedro Soares e Daniel Guardiola.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Gustavo Kahil - 29/04/2019 - 9:54