Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Warren recebe aporte de R$ 25 milhões de fundo do Vale do Silício para chegar a 400 mil clientes

28/03/2019 - 20:46
Tito Gusmão
(Imagem: Divulgação)

A corretora digital Warren vai receber um aporte de R$ 25 milhões de um pool de investidores liderado pela americana Ribbit, fundo de venture capital do Vale do Silício que já investiu em fintechs como Robinhood, Coinbase e Wealthfront, informou a empresa em um comunicado enviado nesta quinta-feira (28).

O valor será investido principalmente em tecnologia para construção de uma plataforma ainda mais diversificada e para expansão do braço B2B, lançado recentemente para plugar consultores independentes. Atualmente há 50 parceiros conectados à Warren e uma fila de espera de outros 200 consultores.

Está é a primeira rodada recebida pela Warren e conta também com a participação dos argentinos do fundo Kaszek Ventures, criado pelos fundadores do Mercado Livre e que no Brasil investiu no Nubank e no GuiaBolso, e dos gaúchos da gestora de recursos Chromo Invest, que tem fintechs como a BizCapital no portfólio.

Com 50 mil clientes em dois anos, a meta é multiplicar o número de contas por oito e atingir um patrimônio sob gestão de R$ 5 bilhões.

Henrique Bredda: Para onde vai a Bolsa?

“A Warren nasceu com o propósito de democratizar o acesso aos bons investimentos, entregando para todos a oportunidade de acessar os melhores produtos em um modelo de alinhamento com o cliente”, afirma Tito Gusmão, fundador da corretora.

Para Nicolas Berman, sócio da Kaszek, é um modelo de negócios ainda raro na indústria de investimentos brasileira. “A Warren rompe com um modelo convencional e traz para os brasileiros uma nova forma de investir: mais simples e transparente”, afirma Berman.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Leia mais sobre: Corretoras, Empresas, Warren

Última atualização por Gustavo Kahil - 28/03/2019 - 20:46