Informação independente faz a diferença
Conteúdo patrocinado

TradersClub: plataforma inovadora traz debate da mesa de operação para a internet

Mercados
Comunidade exige identificação dos participantes, o que eleva o nível do debate

Todo investidor sabe que ouvir, ler e debater sobre as operações que pretende fazer na Bolsa pode fazer a diferença entre o sucesso ou um prejuízo que poderia ser evitado. Para suprir a essa necessidade com eficiência, um grupo de investidores e gestores criou o TradersClub, uma nova comunidade de troca de informações em tempo real com quem, de fato, está operando no dia-a-dia.

Em menos de cinco meses, três mil entusiastas do mercado financeiro – gestores, investidores, analistas e jornalistas – já debatem sobre economia, investimentos, empresas, ambiente político ou qualquer notícia relevante que possa fazer o mercado mudar de direção. Pode até parecer apenas mais um grupo de traders, mas o diferencial desta comunidade é que há regras definidas para a aceitação de cada um dos participantes.

Sem paralelo

“É uma comunidade de pessoas que operam de verdade e que não tem paralelo no mercado. Pedimos os documentos de identificação (RG, CPF e foto real), além de termos um código de ética com todos os padrões de uso da comunidade. O usuário que foge das regras, por exemplo, pode ser moderado ou até expulso”, explica Pedro Albuquerque, um gestor de fundos com 11 anos de experiência no mercado e sócio do TradersClub.

O investidor Antônio Borges, que é um participante do grupo e trabalha com fundos de investimentos, avalia que o TradersClub tem um nível de respeito mais elevado e de conhecimento gerado inigualável. “Foi lá que soube de trades como o da Sanepar, Profarma e Springs Global, por exemplo. Já tinha ouvido falar, mas ali pude conhecer de perto cada uma dessas empresas”, explica.

Debate real

O argentino Javier Ramacciotti está se preparando, com o TradersClub, para começar a viver e se dedicar 100% para o mercado financeiro. Hoje engenheiro de sistemas, Ramacciotti abandonou outros grupos e fóruns. “No grupo temos qualidade de informação e não apenas quantidade. O pessoal que está ali realmente opera a não há malandragem ou ‘gurus’ que aparecem do nada”, ressalta.

O gaúcho Matheus Tetih, de apenas 24 anos, gosta de operar com opções, além de mini índices ou dólar, e antes de dar sinal verde para seus negócios busca opiniões para embasar melhor as suas estratégias. “Mais de 50% do meu giro é influenciado pelo o que as pessoas comentam no TradersClub. É isso que mais traz valor para os meus trades”, destaca.

Custos

O TradersClub é uma plataforma aberta, gratuita, com o intuito de atrair milhares de pessoas para que ocorram intensos debates sobre os mercados. Os administradores comentam que futuramente será cobrada uma mensalidade para se ter acesso a algumas partes da comunidade e também a um sistema desenvolvido pelo próprio TradersClub para análise fundamentalista de empresas listadas na bolsa brasileira.

"A intenção é criar um ecossistema completo: uma comunidade vibrante, comunicação em tempo real, um time de contribuidores com larga experiência no mercado de capitais e também um sistema de análise fundamentalista completo, que certamente irá ajudar a todos a tomar decisões de investimentos com muito mais precisão" finaliza Pedro Albuquerque Filho.