Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

28 anos do real: Você se lembra das moedas de antes do Plano Real?

02/07/2022 - 15:30
CDB
O Brasil já teve nove moedas. (Imagem: Shutterstock)

O real completou 28 anos na sexta-feira (01). A moeda foi criada durante o Plano Real, que tinha o objetivo de estabilizar a economia brasileira e controlar a hiperinflação que chegava a 3.000% ao ano.

Antes do real, o governo tentou usar outras moedas para parar a alta desenfreada dos preços. Desde 1500, o Brasil já passou por nove moedas oficiais – seis delas foram lançadas entre os anos 80 e início dos 90.

Relembre quais moedas já passaram pela sua carteira:

Até 1942: Réis

No período colonial, a moeda que se popularizou no Brasil foi o réis, que era a usada em Portugal nos séculos 15 e 16 – aliás, o nome oficial já era real, que se derivou em réis. A moeda se manteve até depois da Independência do Brasil e a Proclamação da República.

De 1942 a 1967: Cruzeiro

A primeira mudança aconteceu lá nos anos 40 com o objetivo de padronizar a moeda em circulação. Afinal, entre os 400 anos que separam a chegada de Pedro Álvares Cabral e a adoção do cruzeiro, a nota de réis mudou muitas vezes para dar conta das mudanças de governantes, saída da família real, e por aí vai. Na época, mil réis (Rs 1$000) passaram a valer 1 cruzeiro (Cr$ 1).

De 1967 a 1970: Cruzeiro Novo

A inflação desvalorizou o cruzeiro, que foi substituído pelo cruzeiro novo. Na época, houve outro corte dos zeros: mil cruzeiros (Cr$ 1 000) passaram a valer 1 cruzeiro novo (NCr$ 1). Curiosidade: essa mudança foi temporária. Por isso, os papéis-moeda de cruzeiro foram carimbados, informando que eram de cruzeiro novo.

De 1970 a 1986: Cruzeiro

Nos anos 70, o cruzeiro voltou a circular, mas o valor se manteve o mesmo. Então, 1 cruzeiro novo (NCr$ 1) passou a valer 1 cruzeiro (Cr$ 1).

De 1986 a 1989: Cruzado

Com o fim da Ditadura Militar, o Brasil já se viu no meio de uma inflação alta, de mais de 100%. Na tentativa de resolver isso, o então presidente José Sarney e o ministro da Fazenda Dilson Funaro lançaram o Plano Cruzado: mil cruzeiros (Cr$ 1.000) valiam um cruzado (Cz$ 1).

De 1989 a 1990: Cruzado Novo

A inflação não deu trégua. A solução foi mais um corte de zeros: mil cruzados (Cz$ 1.000) passaram a valer 1 cruzado novo (NCz$ 1).

De 1990 a 1993: Cruzeiro

Olha o cruzeiro aí de novo. A moeda foi ressuscitada durante o Plano Collor, em uma época que a inflação já chegava na casa dos 2.000%. E 1 cruzado novo (NCz$ 1) passou a valer 1 cruzeiro (Cr$ 1).

De 1993 a 1994: Cruzeiro Real

O presidente Fernando Collor renunciou para fugir do impeachment e quem assumiu foi o vice Itamar Franco. E foi lançada uma nova moeda temporária, o cruzeiro real – mil cruzeiros (Cr$ 1.000) eram o equivalente a um cruzeiro real (CR$ 1).

Desde 1994: Real

Em fevereiro de 1994, o então ministro da Fazenda Fernando Henrique Cardoso lançou o Plano Real, que contava com todo um ajuste fiscal para pôr ordem na economia. Aqui, a mudança da moeda foi um pouco diferente: 2.750 cruzeiros reais (CR$ 2 750 ) eram equivalentes a uma Unidade Real de Valor (URV), ou URV 1. E essa unidade valia um real (R$ 1).

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por Diana Cheng - 02/07/2022 - 8:11

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto