Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

5 ações para ganhar com dividendos em janeiro, segundo a XP Investimentos

29/12/2019 - 16:49
B3 Mercados
O documento de janeiro não traz mudanças em relação ao apresentado em dezembro (Imagem: B3/Youtube)

A XP Investimentos revelou as cinco principais apostas para ganhar com dividendos em janeiro, revela um relatório enviado a clientes.

As alternativas possuem menor volatilidade para criar um fluxo de renda recorrente, além do crescimento do valor de mercado do portfólio pela apreciação das ações. O documento de janeiro não traz mudanças em relação ao apresentado em dezembro.

Saiba mais sobre cada uma:

(Divulgação: Facebook da AES Tietê)

AES Tietê (TIET11) – Inserida no segmento de geração de energia, a empresa tem margens elevadas e previsibilidade de receitas.

“Assim sendo, a AES Tietê apresenta lucros consistentes, embora possa haver um certo grau de volatilidade dependendo da incidência de chuvas”, pontua a corretora.

A XP estima um dividend yield (percentual de dividendos em relação ao preço da ação) de 9,8% em 2020 e 2021.

Sanepar
(Imagem: Facebook da Sanepar)

Sanepar (SAPR11) – A companhia de água e esgoto do Paraná está no portfolio pela política de distribuição de no mínimo 25% de dividendos, além de 25% adicionais caso a situação financeira da empresa permita. Isto acontece desde 2012.

O dividend yield estimado é de 6,8% entre 2020 e 2022.

Transmissão Paulista
(Imagem: Transmissão Paulista/Site)

Transmissão Paulista (TRPL4) – Além de receber elevados fluxos de caixa como indenizações de ativos não amortizados (RBSE), a empresa também conhecida como ISA CTEEP, possui um baixo endividamento.

Esta combinação faz com que a empresa distribua dividendos até acima do que a empresa registrou no ano. O dividend yield (sem considerar os pagamentos extraordinários) esperado é de 8,3% entre 2020 e 2021.

Taesa (TAEE11) – Apesar de ter as ações em um preço considerado quase o justo, a Transmissora Aliança deve se beneficiar no curto prazo com o cenário de juros baixos, o que aumenta a atratividade de pagadoras de dividendos. O dividend yield projetado para 2020 é de 8,3%.

BR Distribuidora
(Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

BR Distribuidora (BRDT3) – A XP Investimentos avalia que a privatização direcionou o foco da empresa para a eficiência e foco para diminuir a diferença de aproximadamente R$ 20/m3 de combustível de custos operacionais para as concorrentes.

“Por ter baixo endividamento e receber relevantes recursos de um acordo com a Eletrobras (ELET3; ELET6) anunciado em 2018 e antecipação dos recebíveis da Amazonas Energia R$ 1,4 bi em setembro de 2019″, aponta a avaliação. O dividend yield estimado é de 7,6% para 2020 e 2021.

Última atualização por Gustavo Kahil - 29/12/2019 - 16:49