Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

70% das empresas usam redes sociais para divulgar vagas, aponta pesquisa

27/05/2019 - 16:31
Em relação às entrevistas, 46% disseram ter o costume de dar feedbacks para os candidatos após as seleções (Imagem: Pixabay)

O mundo corporativo está em constante mudança. Seja na forma de contratar, nos novos meios de trabalho, nas tecnologias da empresa, nada permanece igual. Sabendo disso, a Kenoby, startup de recrutamento e seleção, realizou uma pesquisa com mais de 2.618 pessoas. Dentre os participantes, 33% são analistas, 17% assistentes de RH, 12% gerentes, 12% coordenadores e 7% diretores.

A pesquisa, focada no RH das empresas, trouxe respostas bem diversas. Inicialmente, quando questionados se é essencial o investimento no RH, 99% dos participantes responderam que sim e apenas 1% que não. 31% disseram que houve aumento de até 10% nas contratações da empresa, 23% responderam que esse aumento variou de 11 a 20% e 18% afirmaram que essa margem ficou entre 21% a 50%.

Um dos pontos mais importantes do levantamento foi o índice de assertividade do recrutamento das empresas. Para 42% dos entrevistados ela é boa. 26% disseram ser mediana, 17% afirmaram ser regular, 10% acham excelente, 4% consideram ruim e 1% péssima. Quando questionados sobre a necessidade de tecnologias específicas para a área de RH, 96% responderam que sim e 4% que não.

Marcel Lotufo, co-fundador e CEO da Kenoby (Imagem: Divulgação)

Vagas

Em relação ao tempo gasto para o fechamento de vagas, 40% relevaram que varia de 16 a 30 dias, 30% disseram de 1 a 15 dias, 20% afirmaram de 31 a 45 dias, 6% de 16 a 60 dias e 1% mais de 90 dias. Quando perguntados sobre a existência de uma página de carreiras na empresa (trabalhe conosco), 36% disseram que sim, 23% que não, mas que está nos planos para implementar e 13% que não pensam em ter.

A pesquisa também questionou qual é o meio usado pela empresa para divulgar as vagas de emprego. 70% disseram usar as redes sociais, 32% os portais de empregabilidade e 10% divulgam apenas internamente. Entre as redes sociais, 57% usa o Linkedin, 27% o Facebook, 8% o Instagram e 16% outras.  Para 77% dos entrevistados, o currículo ainda é fonte principal de informações dos candidatos.

Em relação as entrevistas, 46% disseram ter o costume de dar feedbacks para os candidatos após as seleções, 35% afirmam ter essa conduta apenas com candidatos inscritos em processos seletivos, 15% não praticam feedbacks e 4% disseram que sim, menos feedbacks negativos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 27/05/2019 - 17:24

Cotações Crypto
Pela Web