A “América é cúmplice” no desmatamento da Amazônia, descreve Washington Post

Giovanni Lorenzon
02/05/2022 - 16:46
Gado Amazônia Desmatamento Meio Ambiente Agronegócio Agropecuária
Avanço do desmatamento amazônico também é culpa dos americanos, diz jornal (Imagem: Reuters/Ricardo Moraes)

O Washington Post decidiu que os americanos também são culpados pelo desmatamento da floresta amazônica, destacando que o apetite pela carne brasileira está alinhado ao avanço da pecuária na região. E isso deverá incentivar um pouco mais a resistência e críticas de algumas associações de produtores do país à entrada da proteína daqui.

Se a “Amazônia morrer”, a “América será cúmplice”, estampa o diário da capital dos Estados Unidos, na arte sobre o mapa do Norte brasileiro, em matéria do último dia 29 intitulada “Devouring the rainforest”, “Devorando a floresta tropical”, em tradução livre.

O longo texto aponta que a liberação da carne brasileira naquele mercado, por Donald Trump, após a moratória desde a Carne Fraca, os EUA foram comprando mais, até se tornarem o segundo país na lista de clientes do Brasil.

Em 2021, foram 168 mil toneladas, contra 100 mil de 2020. No acumulado de 2022, até março, a participação da proteína brasileira já representa 25% de todo o volume comprado, ante 7% de 2021.

O WP argumenta que os controles e monitoramento divulgados pelo governo, quanto ao desflorestamento, não funcionam, nem os avisos dos grandes frigoríficos quanto ao rigor do rastreamento do gado originado da região amazônica somente de áreas sem embargo ambiental.

A JBS (JBSS3) é citada como a principal responsável por esse cenário.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 02/05/2022 - 16:50

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto