Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

A hora e a vez do setor de construção? Resultados recordes da Direcional e Tenda animam analistas 

Giovana Leal
15/10/2021 - 15:20
Construção Civil
Resultados recordes da Tenda e Direcional agradam os analistas (Imagem: Pixabay/Engin_Akyurt)

Os últimos resultados das companhias do setor de construção civil, especialmente da Direcional (DIRR3) e da Tenda (TEND3), deixaram os analistas da Ágora Investimentos, Credit Suisse e BTG Pactual otimistas.

Resta saber se este é o momento ideal para investir no setor.

O potencial da Direcional

A Direcional divulgou resultados recordes na prévia operacional do 3º trimestre de 2021. As vendas da companhia somaram R$ 643 milhões, uma alta de 40% ante o mesmo período do ano passado.

A Riva, subsidiária da Direcional voltada ao público de maior renda, teve papel relevante no volume de vendas, que respondeu por 37% do total vendido pelo grupo.

Para o BTG, a companhia reportou resultados sólidos, apresentando forte crescimento em lançamentos. O banco acredita que a velocidade de vendas foi positiva, já que a empresa está priorizando margens elevadas, e ainda completa: “Nós acreditamos que a Direcional está posicionada para continuar crescendo suas operações”.

O Credit Suisse defende o mesmo ponto de vista e acredita que os resultados da companhia sustentam a percepção de que a empresa é capaz de apresentar um crescimento forte e saudável tanto na Direcional quanto na Riva.

Os analistas do BTG reiteraram recomendação de compra para a Direcional, com preço-alvo de R$ 18,00. A Ágora seguiu a mesma indicação e ainda classificou as ações da companhia entre suas top picks, uma vez que enxergam a DIRR3 com um dos melhores momentos de lucros e valuation.

Resultados da Tenda

Seguindo o mesmo caminho da concorrente, a Tenda divulgou resultados históricos no 3º tri deste ano. A construtora registrou VSO (Venda Sobre Oferta) bruta recorde de 39,4%, alta de 3,1 pontos percentuais em um ano, conforme prévia operacional da companhia.

Segundo a Ágora, os dados divulgados foram resumidos números mistos, com vendas sólidas, lançamentos moderados e cancelamentos em ascensão, porém a corretora se posiciona “inclinando ligeiramente para o lado positivo” em relação à companhia.

“Gostamos da tese de investimento de baixa renda da Tenda e da opcionalidade da construção offsite, mas esperamos que as margens do 2S21 fiquem abaixo das expectativas, o que pode dificultar a dinâmica das ações”, completa a Ágora, em relatório.

Para o Credit Suisse, a construtora conseguiu entregar sua segunda melhor velocidade de vendas, 33%, de todos os tempos, apesar de aumentar os preços em aproximadamente 10% em todos os mercados, a fim de reforçar a visão de que a competição de players menores diminuiu significativamente.

O Credit Suisse mantém a classificação neutra para Tenda, mas ressalta que a assimetria está ficando mais positiva.

Disclaimer

Money Times publica matérias de cunho jornalístico, que visam a democratização da informação. Nossas publicações devem ser compreendidas como boletins anunciadores e divulgadores, e não como uma recomendação de investimento.

Última atualização por Giovana Leal - 15/10/2021 - 16:04

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web