BusinessTimes

A medida de Lula que vai deixar Magazine Luiza (MGLU3) e Via (VIIA3) rindo à toa

12 jul 2023, 16:38 - atualizado em 13 jul 2023, 15:19
Geladeira Refrigerador lula
Lula sinaliza que quer voltar com medida que reduz preços de eletrodomésticos como geladeira, fogão e máquina de lar (Imagem: Arquivo/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Após automóveis, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer estender os descontos aos eletrodomésticos. A medida de reduzir o preço dos produtos chamados de “linha branca” foi adotada no segundo mandato do presidente e fez sucesso no fim dos anos 2000.

Em declarações dadas nesta quarta-feira (12), Lula deixou em aberto a possibilidade de o governo baratear o preço de eletrodomésticos como geladeiras e máquinas de lavar. A medida, se adotada, beneficiará varejistas como Magazine Luiza (MGLU3) e Via (VIIA3).

O petista disse que teve conversas com o vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, sobre fazer uma ‘aberturazinha’ para a linha branca.

  • Reforma tributária vai ajudar a ‘salvar’ a ação do Assaí (ASAI3)? Saiba como a isenção de impostos da cesta básica pode impactar essa e outras ações clicando aqui. Aproveite para se inscrever no nosso canal aqui e fique ligado no Giro do Mercado, de segunda a sexta-feira, às 12h.

Lula quer repetir fórmula de sucesso de consumo

“Facilitar a compra de geladeira, de televisão, de máquina de lavar roupa. As pessoas, de quando em quando, precisam trocar seus utensílios domésticos. E, se tá caro, vamos baratear, vamos tentar encontrar um jeito”, disse Lula durante a cerimônia de retomada do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia.

Portanto, o presidente pediu que a ministra do Planejamento, Simone Tebet, e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, “abram a mão” para viabilizar a iniciativa.

“Simone, você e o Aloizio abram a mão um pouquinho para a gente poder facilitar a vida desse povo que quer ter acesso às coisas”, pediu Lula.

Porém, em conversa com jornalistas, Tebet negou que o pedido feito por Lula esteja sob estudo no Planejamento: “Tem que perguntar ao Alckmin”, respondeu.

Repórter
Jornalista mineira com experiência em TV, rádio, agência de notícias e sites na cobertura de mercado financeiro, empresas, agronegócio e entretenimento. Antes do Money Times, passou pelo Valor Econômico, Agência CMA, Canal Rural, RIT TV e outros.
Linkedin
Jornalista mineira com experiência em TV, rádio, agência de notícias e sites na cobertura de mercado financeiro, empresas, agronegócio e entretenimento. Antes do Money Times, passou pelo Valor Econômico, Agência CMA, Canal Rural, RIT TV e outros.
Linkedin