Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ação da Positivo, que subiu 232% no ano, é elevada a compra pelo BTG Pactual

25/11/2019 - 21:24
Positivo
O valor projetado pelo BTG corresponde a um potencial de valorização de aproximadamente 16% (Imagem: Positivo/Youtube)

As ações da Positivo Tecnologia (POSI3) foram elevadas de neutra para compra pelo BTG Pactual nesta segunda-feira (25), apurou o Money Times.

O preço-alvo projetado pelos analistas Luiz Guanais e Gabriel Savi é de R$ 9. O valor corresponde a um potencial de valorização de aproximadamente 16%.

Os papéis da fabricante de celulares de marca própria e notebooks (que também incluem a Vaio) acumulam valorização de 232% em 2019.

“Depois de lutar nos últimos anos com uma economia difícil e um desempenho irregular, a Positivo deve começar a colher os frutos de uma perspectiva econômica mais brilhante”, explica o relatório.

Positivo
A participação de mercado em celulares abaixo de R$ 499 é de 37% (Imagem: Positivo/Youtube)

Guanais e Savi ressaltam que, em 30 anos, a empresa criou um canal de distribuição eficiente – 12 mil varejistas e 250 lojas de assistência técnica – e é líder no segmento de PCs e celulares de baixo custo.

“Como o segmento de PCs está altamente correlacionado às perspectivas econômicas, vemos um céu mais claro para o Positivo nos próximos trimestres”, indicam.

Positivo
As unidades fabris da Positivo estão em Manaus e Curitiba (Imagem: Positivo/Youtube)

A Positivo também desfruta de uma posição confortável no mercado de contratos com governos e instituições públicas – o que também é citado como um risco – e de uma capacidade de produção flexível. As unidades fabris estão em Manaus e Curitiba.

Os novos projetos da empresa, aponta o BTG, incluem também iniciativas em inteligência artificial, serviços, servidores, produtos educacionais e investimentos em startups de tecnologia.

“Embora os PCs continuem sendo o principal segmento nos próximos anos, esses novos fluxos de receita devem mitigar os riscos de uma desaceleração nas vendas no Brasil e uma potencial troca dos consumidores (considerando o domínio do Positivo em categorias mais baixas) para produtos mais sofisticados à medida que a economia começa a se recuperar”, explicam os analistas.

Em 2019, até o final do terceiro trimestre, o lucro líquido da Positivo saltou 607%, para R$ 15,6 milhões. O Ebitda foi a R$ 100,5 milhões (alta de 103%) e a receita líquida chegou a R$ 1,4 bilhão (-0,6%).

Positivo
Os números da Positivo revelam uma dominância do mercado de notebooks de entrada no Brasil (Imagem: Positivo/Youtube)

Notebook do povão

A participação de mercado na venda de PCs produzidos pela Positivo chegou a 13,9% até o final de setembro. Já nos notebooks com preço abaixo de R$ 1.200, a participação vai a 75,8%.

Os números revelam uma dominância do mercado de notebooks de entrada no Brasil.

Já em celulares, o market share esteve em 3,5%. Em produtos abaixo de R$ 499, a fatia salta para 37%.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Gustavo Kahil - 25/11/2019 - 21:46