Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ações da controladora da TIM saltam com expectativas de rede única de banda larga

05/08/2020 - 10:04
Internet Banda Larga
Roma solicitou que a Telecom Italia negociasse um acordo mais amplo para fundir seus ativos de rede com os da Open Fiber (Imagem: Reuters/Alessandro Bianchi)

As ações da Telecom Italia subiam mais de 5% nesta quarta-feira, com os investidores antecipando uma aceleração das negociações com a Open Fiber para criar uma única rede de banda larga ultra-rápida na Itália.

Na terça-feira, a controladora da TIM (TIMP3) no Brasil adiou para o final de agosto uma decisão sobre a venda de participação minoritária na chamada rede de telefonia fixa secundária, depois que Roma solicitou que negociasse um acordo mais amplo para fundir seus ativos de rede com os da Open Fiber.

Agentes do mercado de Milão afirmaram que a decisão da Telecom Italia de estender o prazo mostrou um compromisso em chegar a um acordo com a Open Fiber.

“Nunca estivemos tão perto de chegar a um acordo sobre a rede única”, escreveram analistas da Mediobanca Securities.

A criação de ativos de rede para captar valor e reduzir a dívida é uma parte importante do plano de negócios do presidente-executivo, Luigi Gubitosi, para 2022.

Mas analistas do UBS alertaram contra excesso de otimismo sobre o negócio.

“Observamos que o final de agosto pode ser um prazo muito apertado para se chegar a um acordo, considerando sua complexidade e as várias partes envolvidas”, escreveu o UBS em nota a clientes.

A Telecom Italia teve queda de 10,7% na receita doméstica, para 3,17 bilhões de euros no segundo trimestre, um pouco melhor do que uma previsão média de 3,15 bilhões de euros.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 05/08/2020 - 11:12