Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ações da Rumo, Cosan Logística e Cosan encerram em alta, com estudo de aumento de capital

27/07/2020 - 17:54
“Trem bão”: investidores gostaram da possível injeção de capital na Rumo (Imagem: Divulgação/ Rumo)

Os papéis da Rumo (RAIL3) encerraram o dia em alta, após a companhia informar que estuda um possível aumento de capital e que não descarta que a operação seja feita por meio de emissão de ações.

As ações subiram 1,93% a R$ 22,73. O Ibovespa, principal índice da B3 (B3SA3) avançou 2,05% e marcava 104.477  pontos, animado pelo bom humor do mercado com os números da economia americana.

Os papéis da Cosan Logística (RLOG3), que detém 28,47% do capital da Rumo, e da Cosan (CSAN3), dona de 73,46% da Cosan Logística, também apresentaram alta.

A valorização da RLOG3 foi de 1,91%, negociada por R$ 20,35. Já CSAN3 subiu 0,68%, para R$ 83,oo.

“Projetos estratégicos”

Neste domingo (26), a Rumo Logística informou que estuda um potencial aumento de capital e não descarta, inclusive, uma oferta de ações. O conselho de administração aprovou a convocação de uma assembleia de acionistas para 11 de agosto, a fim de discutir a proposta.

Segundo a companhia, o aumento de capital é necessário para “executar diversos projetos estratégicos que foram impulsionados pela recente renovação antecipada da concessão da malha paulista”.

A companhia também pretende “pré-pagar outorgas devidas em virtude dos contratos de concessão”. A Rumo não informou o valor do potencial aumento de capital.

Contrato bilionário

A renovação da concessão da malha paulista foi assinada no fim de maio com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A malha liga regiões produtoras de grãos do Centro-Oeste ao Porto de Santos, após quatro anos de negociações.

O contrato da Rumo venceria em 2028 e recebeu uma renovação por mais 30 anos, informou o Ministério de Infraestrutura. A assinatura será publicada na quinta-feira no Diário Oficial da União.

O governo arrecadará R$ 2,9 bilhões com a renovação. Os investimentos que a Rumo terá que fazer nos primeiros cinco anos da assinatura na ferrovia somam R$ 6 bilhões a serem aplicados em obras, trilhos, vagões e locomotivas.

Veja o fato relevante divulgado ontem (26).

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 27/07/2020 - 17:54