Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

AES Tietê adquire Complexo Eólico Ventus

05/08/2020 - 18:16
Com a aquisição, a AES Tietê passará a contar com uma capacidade instalada de 3,9 GW do seu portfólio renovável (Divulgação: Facebook da AES Tietê)

A AES Tietê (TIET11) informou nesta quarta-feira (5) que adquiriu a totalidade das ações das sociedades que compõem os parques do Complexo Eólico Ventus (Brasventos Eolo (antigo Rei dos Ventos 1), Rei dos Ventos 3 e Miassaba 3), localizado na região Nordeste, pelo valor total de até R$ 650 milhões.

Do montante, 51% de R$ 449 milhões serão pagos no fechamento da operação e 49% após cinco meses da data da conclusão. Os R$ 201 milhões restantes servirão para a assunção da dívida líquida do projeto.

O acordo está sujeito ao cumprimento de condições precedentes. Concluída a operação, a AES Tietê informou que convocará uma assembleia geral extraordinária para ratificá-la.

“Esse é mais um passo da estratégia de crescimento e diversificação de portfólio da companhia por meio da aquisição de ativos de fontes complementares à hídrica e com contratos de longo prazo, visando a criação de valor para os acionistas”, comentou Clarissa Della Nina Sadock Accorsi, Diretora Vice-Presidente e de Relações com Investidores da AES Tietê.

Com a aquisição, a AES Tietê passará a contar com uma capacidade instalada de 3,9 GW do seu portfólio renovável.

“Este projeto está alinhado à nossa estratégia de crescimento e diversificação e a potencial criação de um cluster eólico no Rio Grande do Norte, uma das regiões de melhores ventos do país”, concluiu Accorsi.

Energia limpa

De acordo com especialistas do setor de energia, a demanda por energia limpa deve ser o principal fator que guiará os investimentos em geração no Brasil nos próximos anos.

Grandes empresas, dentre elas a norte-americana AES, estão entrando na onda sustentável e fechando compras de longo prazo de energia renovável.

“Temos visto uma aceleração forte dessas estruturações. É super tendência, está todo mundo olhando isso e buscando assinar esses contratos, tanto geradores quanto consumidores”, afirmou Camila Ramos, diretora da consultoria Clean Energy Latin America, em entrevista para a Reuters.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 05/08/2020 - 18:16