Agrifatto desmente entrada de carne na China. O gelo continua perto de 2 meses

27/10/2021 - 16:07
Carnes, Argentina
Carne brasileira se mantém impedida de entrar na China após quase dois meses (Imagem: Agustin Marcarian)

Os negociantes da pecuária de corte entraram a quarta-feira ansiosos pela confirmação de que o gelo da China sobre as importações de carne bovina brasileira havia finalmente se rompido, faltando seis dias para se completar dois meses do embargo imposto ao Brasil.

Mas a Agrifatto, que deu a notícia, na véspera, de que uma carga estacionada no país havia sido liberada para entrar, desmentiu a sua fonte.

Com o suporte da ministra da Agricultura e Pecuária, Tereza Cristina, a consultoria divulgou nota que a “a carga não procedeu com o despacho” e a suspensão, determinada após os episódios do mal da vaca louca (atípica, sem contágio) não foi levantada ainda.

A informação divulgada pela Agrifatto foi dada por um importador, atuando na China desde 2005, cuja carne a qual se referia como liberada estava sob sua tutela no porto de Xangai.

 

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 27/10/2021 - 16:11

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web