AgroTimes

AgroGalaxy (AGXY3) confirma novo CEO, reorganização de lojas e mudanças na estrutura; confira

06 fev 2024, 9:43 - atualizado em 06 fev 2024, 9:46
agrogalaxy agxy3 (3)
O argentino Axel Labourt, antigo diretor vice-presidente de operações da AgroGalaxy, assume como novo CEO em 1º de março (Foto: Divulgação)

A AgroGalaxy (AGXY3) anunciou na manhã desta terça-feira (6), através de comunicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), mudanças na estrutura da companhia. Em reunião com jornalistas, comandada por Welles Pascoal, CEO da companhia, os líderes da companhia deram detalhes sobre a reestruturação.

“As mudanças que anunciamos acontecem para oferecer maior agilidade e dar mais autonomia aos nossos líderes comerciais. Quando retornei para AgroGalaxy para substituir a Sheila Albuquerque (antiga CEO), voltei com objetivo de fazer com que a empresa se tornasse mais ‘musculosa’, capaz de atravessar momentos conturbados, como ocorreu em 2023 e pode ocorrer em 2024, além de escolher o meu sucessor”, discorre.

Dessa maneira, Axel Labourt, diretor vice-presidente de operações da AgroGalaxy, assume como novo CEO da companhia em 1º de março. Labourt se formou em engenharia industrial pela Pontifícia Universidade Católica da Argentina (UCA), além de ter atuado como presidente da Corteva Agriscience da Região Cone Sul.

“Estamos concluindo um plano que começou no início de 2023 e estamos totalmente convictos de que essa decisão fará com que nós enfrentemos estes desafios de forma sustentável, para termos uma organização mais horizontal. As decisões da AgroGalaxy serão tomadas mais próxima das nossas lojas, acompanhando a dinâmica de cada região do Brasil de perto”, explica Labourt.



Eron Martins, CFO e diretor de relações com investidores da AGXY3, explica que as ações implementadas servem para aproximar a empresa do produtor. “Se acontecer um ano desafiador como aconteceu em 2023, vamos enfrentá-lo sem problemas. Se for um ano melhor, especialmente se houver o La Niña, acredito que teremos um bom ano em termos de números. Cerca de 19 lojas, além de 80 posições corporativas serão encerradas”, comenta.

Confira o comunicado da AgroGalaxy na íntegra

 

Repórter
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.