Agronegócio está aquecido e tem aumento de 18% nos pedidos de empréstimo

18/06/2021 - 15:09
Safras Agricultura Agronegócio
“Para aproveitar o bom momento e seguir em expansão, empresas do setor agropecuário recorreram às linhas de crédito PJ”, explica  diretor de crédito e cofundador da BizCapital (Imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

O avanço da vacinação trouxe expectativas de melhora para as pequenas e médias empresas em todo país. Mas, mesmo antes disso, alguns setores foram na contramão da crise e continuaram superaquecidos.

Uma pesquisa feita pela BizCapital, fintech de soluções financeiras para micro e pequenas empresas, mostrou que o setor agropecuário foi o que mais apresentou crescimento nos pedidos de empréstimo para empresas durante a pandemia.

De abril do ano passado a maio de 2021, o segmento teve um aumento de 18% nas solicitações de crédito PJ quando comparado com o período de abril/2019 a março/2020.

“Todos os segmentos da cadeia produtiva do agronegócio brasileiro tiveram alta em 2020. E para aproveitar o bom momento e seguir em expansão, empresas do setor recorreram às linhas de crédito PJ”, afirma Cristiano Rocha, diretor de crédito e cofundador da BizCapital.

De acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, o agronegócio gerou mais de 100 mil empregos formais entre os meses de janeiro e outubro de 2020.

Embora também tenham ocorrido prejuízos aos produtores rurais, o agronegócio ajudou o Brasil a crescer na pandemia e, para o executivo, esse foi um dos motivos que explica o crescimento nos pedidos de empréstimos do setor.

Sudeste lidera procura

Real, Dinheiro
São Paulo, Minas Gerais e Bahia foram os estados que apresentaram o maior aumento na procura por crédito (Imagem: Reuters/Adriano Machado)

Ainda de acordo com o estudo, o sudeste foi a região que mais recorreu ao empréstimo para empresas, registrando um aumento de 29% entre abril/2020 a março/2021, quando comparado com o período de abril/2019 a março/2020.

Em contrapartida, o sul teve uma queda de 25% na média mensal de busca por crédito PJ em comparação aos mesmos períodos.

São Paulo, Minas Gerais e Bahia foram os estados que apresentaram o maior aumento na procura por crédito durante o período de análise, chegando a 33%, 32% e 31%, respectivamente.

“A expectativa das PMEs era começar o ano com um crescimento satisfatório, mas infelizmente, para muitos empreendedores, a realidade foi outra. Mas a boa notícia é que já podemos perceber, aos poucos, sinais de retomada dos pequenos negócios. Não à toa, segundo o Sebrae, 70% dos trabalhos de carteira assinada criados no primeiro trimestre de 2021 foram nas pequenas empresas”, finaliza Rocha.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 18/06/2021 - 15:09

Cotações Crypto
Pela Web