Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Alarmes de recessão nos mercados desafiam modelo do JPMorgan

05/08/2022 - 20:01
JPMorgan
Depois, há a impressionante desaceleração no crescimento da base monetária, especialmente quando ajustado pela inflação (Imagem: Bloomberg)

O modelo de mercado do JPMorgan pode ter mostrado que a precificação de uma recessão nos EUA caiu muito, mas outros indicadores de mercado estão bem mais pessimistas.

De títulos a commodities, há uma série de alarmes que sugerem que um pouso forçado da maior economia do mundo está por vir.

“O resultado mais provável é que tenha que haver uma recessão para domar a inflação, nos EUA e em outros lugares”, disse Stephen Miller, consultor de investimentos da GSFM, uma unidade da CI Financial do Canadá. “Os bancos centrais se agarraram à narrativa de inflação transitória por muito tempo e quase garantiram a si mesmos o segundo ou terceiro melhor resultados. O Fed e seus pares terão que aumentar juros muito mais do que os mercados estão antecipando.”

Seguem alguns indicadores populares que sugerem uma forte desaceleração econômica:

Curva de Juros

Talvez o principal sinalizador de mercado que trouxe à tona os temores sobre crescimento seja o aumento no rendimento dos títulos do Tesouro americano de dois anos em relação aos de 10 anos.

Essa seção amplamente observada da curva de juros não ficava tão invertida desde 2000 – uma das várias vezes em que o indicador serviu como prenúncio de recessão.

Base Monetária

Depois, há a impressionante desaceleração no crescimento da base monetária, especialmente quando ajustado pela inflação.

Embora existam motivos para crer que isso tenha sido distorcido pelas medidas de estímulo durante a pandemia, no mínimo suscita algumas reflexões preocupantes.

“Normalmente, -3% de crescimento do M2 sinalizaria com certeza uma recessão, e uma recessão acentuada. Mas, colocando esses dados em contexto, a mensagem está longe de ser clara”, disse Nicolau Colas, cofundador da DataTrek Research. “O contra-argumento é que o crescimento do M2 foi extraordinariamente alto em 2020/início de 2021 por causa da política fiscal e monetária destinada a combater as consequências econômicas da pandemia”.

Petróleo

Os preços das commodities esfriaram visivelmente, ajudando a narrativa da recessão a se firmar. O petróleo caminha para o maior declínio semanal desde o início de abril.

A queda, que apaga todos os ganhos desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, ressalta as preocupações de que mais altas do Fed podem causar danos econômicos sustentados.

Apocalípticos do PIB

Contrações consecutivas no PIB significam que os EUA já estão em recessão técnica e uma terceira certamente poria fim aos argumentos de alguns economistas de que é apenas um problema de dados.

Para o trimestre atual, os economistas estão mais otimistas – a expectativa mediana é de um crescimento de 1,7%, mas ainda há alguns entre eles antecipando outra contração.

Cortes de taxa

O mercado de eurodólares precifica uma série de cortes de juros, pressupondo que uma economia em desaceleração não vai aguentar um Fed que planeja mais 1,5 ponto percentual de aumento de juros até o final do ano. No momento, os mercados veem uma virada abrupta, com quase três cortes esperados no próximo ano.

Chances de recessão

A Bloomberg Economics está entre os que ainda não preveem uma contração iminente, mas seu indicador ainda mostra que as chances subiram para 40%.

A economista chefe para EUA, Anna Wong, diz que uma baixa chance de recessão nos próximos 12 meses não exclui a possibilidade de uma desaceleração significativa no crescimento.

🏆Money Times é Top 8 em Investimentos!🏆

Se você conta com as notícias do portal para se manter sempre bem-informado sobre tudo o que acontece no mundo dos investimentos, vote e ajude o Money Times a se tornar o melhor site de investimentos do Brasil. Clique aqui e deixe seu voto!

Última atualização por André Luiz - 05/08/2022 - 20:01

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto