Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Alimentação e habitação pressionam e IPC-Fipe passa a subir 0,39% em junho

02/07/2020 - 8:20
Alimentos Supermercados Consumo
O único grupo a apresentar recuo dos preços em junho foi Vestuário, de 0,86% (Imagem: Unsplash/@robmaxwell)

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo fechou junho com alta de 0,39 por cento, após queda de 0,24 por cento no mês anterior, pressionado pelos preços de alimentação e habitação.

Os dados divulgados nesta quinta-feira pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) mostraram que os preços de Alimentação avançaram 0,69% no mês, exercendo o maior peso individual sobre o índice. Em maio, o grupo havia subido 0,66%.

Também contribuiu com força a alta de 0,45% dos preços de Habitação, após queda de 0,12% em maio.

O único grupo a apresentar recuo dos preços em junho foi Vestuário, de 0,86%, desacelerando a queda de 1,22% no mês anterior.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Leia mais sobre: Alimentos, Economia, Fipe, IPC, Reuters, São Paulo

Última atualização por André Luiz - 02/07/2020 - 8:20