Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Vitreo DTVM

Alta do boi na semana foi expressiva no Brasil, mas com praças importantes acima da média

04/09/2020 - 17:19
Frigoríficos Carnes Boi JBS Friboi
Feriadão exigiu um pouco mais de compras e os frigoríficos pagaram mais (imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

Somados os levantamentos das duas consultorias que mapeiam a cotação do boi, a @ vai para terça-feira com ganhos bem positivos. As altas nesta semana foram marcadas pela sequência de oferta curta e dificuldade na programação dos abates, com o feriadão de 7 de setembro exigindo preços melhores dos frigoríficos para originar animais.

E com o dia dos pagamentos na agenda, o que sempre ajuda – tanto que a carne no atacado subiu – mesmo com a economia na lentidão da pandemia.

Nas praças mais importantes em boiada e consumo, a calibragem nas cotações foram maiores que a média nacional, mas, mesmo assim, a régua geral está sendo considerada expressiva.

Pela Scot Consultoria, que pesquisa 32 regiões, as principais saem da semana com ganhos pouco acima de 2% no animal gordo. Na pesquisa da Agrifatto, com menor número de praças pesquisadas, a alta brasileira foi de 2,62%.

Nesta sexta (4), a primeira empresa deu negócios em São Paulo estáveis sobre a véspera, de R$ 236,50 à vista, sem desconto do Funrural. Pela Agrifatto, a cotação escalou 3,40% na semana e o boi ficou em R$ 234,42 no último dia de negócios (mais 0,16%), também no mercado paulista, com recolhimento do Funrural pelo produtor.

O desalinhamento nos preços acaba se dando pela ponderação da média em relação à diferença no número de localidades e, certamente, pela quantidade de negócios informados. Também as médias sofrem variações pelo volume e tipo de animal negociado – e informado –, com prêmio (exportação) ou sem prêmio.

Mas não tira a força visível do boi, mesmo que os levantamentos das consultorias também sejam referência básica de balcão. Portanto, negócios acima são comuns.

No Mato Grosso do Sul, por exemplo, a Agrifatto registrou hoje a mediana estadual em R$ 233,50 (mais 0,49%), encostada a que a notou em São Paulo. Na semana, a expansão foi de 3,32%.

Já Scot traz a média por praças no estado, indo de R$ 229,50 em Três Lagoas, a R$ 232,50, em Dourados, e Campo Grande na intermediária. E todos em alta também.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 04/09/2020 - 17:33