Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Amada por daytraders, ações da GameStop decolam mais de 100%

27/01/2021 - 10:06
GameStop
Antes da abertura do pregão nesta quarta-feira, as ações da GameStop subiam 106% para US$ 306 (Imagem: Reuters/Carlo Allegri)

A escalada das ações da GameStop se acelerou na terça-feira, quando os papéis quase dobraram de preço durante o pregão e subiram mais 50% após uma menção de Elon Musk no Twitter.

Desde o começo do ano, a alta acumulada se aproxima de 700% e o valor de mercado da varejista de jogos ultrapassou a marca de US$ 10 bilhões.

Graças a esse desempenho, a GameStop agora vale mais do que 10% das componentes do índice S&P 500 (SPX), incluindo American Airlines (AAL), Under Armour e Invesco.

A revendedora de jogos com sede nos EUA começou o ano valendo US$ 1,2 bilhão e tem papéis listados na bolsa Tradegate, da Alemanha. Antes da abertura do pregão nesta quarta-feira, as ações subiam 106% para US$ 306 após fecharem em US$ 147,98 na véspera nos EUA.

A euforia nascida nas salas de chat frequentadas por day traders fez da GameStop uma grande narrativa desta era dominada pelo investidor de varejo. O improvável salto nos papéis é um símbolo do recém-descoberto poder dos investidores individuais.

Paralelamente, virou uma dor de cabeça para investidores institucionais que apostaram na queda dos papéis. A épica enxurrada de compras a descoberto levantou o preço da ação e deflagrou a busca por empresas com vulnerabilidade semelhante.

No início de janeiro, os operadores entraram com tudo nos papéis da GameStop após Ryan Cohen, investidor ativista e cofundador da Chewy, se juntar ao conselho.

A alta também foi embalada por day traders atuantes no Reddit, que usaram o fórum WallStreetBets da plataforma para impulsionar as ações e lutar contra o enorme nível de posições vendidas, que se mantém estável em 140% do total em circulação, de acordo com dados compilados pela S3 Partners.

Apostas na queda dos papéis pela Melvin Capital, de Gabe Plotkin, e pela Citron Research, de Andrew Left, penaram na batalha com investidores de varejo que são fãs da GameStop.

O investidor de venture capital Chamath Palihapitiya ampliou o movimento de ganhos na terça-feira após o encerramento do pregão ao postar no Twitter sobre exigências de compra. Por sua vez, Elon Musk colocou no Twitter um link para um fio de discussões no Reddit sobre a empresa.

A ação da GameStop chegou a subir 68% após o fechamento do pregão e passou de US$ 240 em determinado momento, após uma valorização de 93% durante o horário regular de negociação.

Segundo um comunicado distribuído na segunda-feira, Ken Griffin e Steve Cohen, dois titãs no universo de fundos de hedge, apoiaram a Melvin Capital com uma injeção de US$ 2,75 bilhões após a firma perder cerca de 30% este ano.

A Melvin Capital começou o ano com cerca de US$ 12,5 bilhões em ativos e a injeção de recursos vem na esteira do desfecho desfavorável de compras a descoberto, inclusive da GameStop, revelaram pessoas que conhecem a situação da empresa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 27/01/2021 - 10:07