Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Análise Macro: Desinflação da economia brasileira está consolidada

16/01/2019 - 20:58

Por Vitor Wilher, da Análise Macro

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou dezembro em 0,15%. No acumulado em 12 meses, o índice fechou em 3,75%. Esse valor é 0,3 p.p. menor do que o de novembro e 0,8 p.p. maior do que dezembro do ano passado. A difusão da inflação, índice que mede a quantidade de subitens que teve variação positiva, ficou em 61,1%, ante 56,84% no mesmo mês do ano anterior.

A média dos sete núcleos construídos pelo Banco Central, por seu turno, ficou em 0,39%, ante 0,43% em dezembro de 2017. No acumulado em 12 meses, a média saiu de 3,22% para 3% em dezembro de 2018, mostrando que retirando choques e preços com maior variância, o processo inflacionário brasileiro segue em linha com a ainda lenta recuperação da economia – conheça nosso Curso de Análise de Conjuntura usando o R onde ensinamos a coletar e tratar dados reais da economia brasileira!

O gráfico acima ilustra o processo de desinflação da economia brasileira, após o pico de 10,67% em dezembro de 2015. O índice cheio sofreu com o reajuste de preços administrados após as eleições de 2014 – uma recomposição devido ao represamento no período imediatamente anterior – e com o repasse da desvalorização da taxa de câmbio.

Tudo isso corroborou para dificultar o processo de desinflação, que só veio a ocorrer com mais ímpeto no segundo semestre de 2016, já com uma nova diretoria à frente do Banco Central e com um choque de oferta positivo no grupo de alimentos. Esses dois movimentos foram fundamentais para “quebrar a espinha dorsal” do processo inflacionário, ao ancorar de volta as expectativas dos agentes.

Para 2019, por suposto, tem ocorrido uma revisão nas expectativas de inflação na margem, o que leva a média das previsões para mais próximo da meta – que agora é de 4,25%. O gráfico abaixo ilustra.

Por hora, entretanto, não se espera maiores sobressaltos na inflação cheia. Isso tem levado alguns economistas e analistas de mercado a precificar uma taxa básica de juros inalterada ao longo de todo o ano, uma senhora boa notícia para a retomada do nível de atividade.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Gustavo Kahil - 16/01/2019 - 20:58

Pela Web