BusinessTimes

Após executivos anunciarem assinatura gratuita, Netflix (NFLX34) desmente novidade

15 jun 2022, 17:02 - atualizado em 15 jun 2022, 17:02
Netflix
Equipe de comunicação da Netflix desmentiu declarações feitas por executivos da empresa (Imagem: Shutterstock/Alex Photo Stock)

Parece que a Netflix (NFLX; NFLX34) ainda não se decidiu se vai ou não vai colocar anúncios em sua plataforma.

Durante o lançamento de Maldivas, nova produção da Netflix protagonizado por Bruna Marquezine e Manu Gavassi, na última segunda-feira (13), executivos da companhia confirmaram à Folha de S.Paulo que o streaming iria lançar uma nova assinatura gratuita da plataforma custeada por publicidade.

Entretanto, ontem, a equipe de comunicação da empresa desmentiu a informação afirmando que ainda não garante a nova modalidade de assinatura e nem uma previsão de lançamento – que segundo Francisco Ramos, vice-presidente de Conteúdo da Netflix na América Latina, seria entre o final deste ano e o início de 2023.

Apesar da confusão, a Netflix ainda garantiu que está preparando novos pacotes mais em conta do que os oferecidos atualmente por R$ 25,90. De uma maneira ou de outra, as novas assinaturas devem apresentar o mesmo catálogo de séries e filmes já oferecidos pela plataforma, porém, com a exibição de anúncios publicitários.

Com plataformas, como Amazon Prime Video, oferecendo assinaturas a preços bem menores que a Netflix, a empresa está buscando novas alternativas que permitam expandir seu número de usuários. A preocupação adquiriu maior urgência após uma queda histórica no número de assinantes do streaming no primeiro trimestre de 2022.

Estima-se que a Netflix tenha perdido cerca de 200 mil assinantes no mundo, além dos mais de um milhão de espectadores na Rússia, onde suspendeu os serviços após o início do conflito com a Ucrânia no leste europeu.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Money Times no Telegram. Você acessa as notícias em tempo real e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!

Estagiário
Estudante de jornalismo na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Foi tradutor no Programa de Voluntários Internacionais da ONU durante dois anos. Na universidade, desenvolve pesquisas em Linguagem e História do Pensamento Social Brasileiro. Escreve sobre tecnologia, ciência, conflitos e assuntos internacionais.
Linkedin
Estudante de jornalismo na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Foi tradutor no Programa de Voluntários Internacionais da ONU durante dois anos. Na universidade, desenvolve pesquisas em Linguagem e História do Pensamento Social Brasileiro. Escreve sobre tecnologia, ciência, conflitos e assuntos internacionais.
Linkedin