Empresas

Apple quebra reinado de 12 anos da Samsung e se consolida como a maior fabricante de smartphones; entenda

18 jan 2024, 12:02 - atualizado em 18 jan 2024, 12:02
apple samsung
Apple supera Samsung na liderança de vendas de smartphones em 2023 (Imagem: Reuters/Dado Ruvic/Illustration)

A Apple desbancou a Samsung e se consolidou, em 2023, como a maior fabricante de smartphones do mundo, de acordo com dados da empresa de pesquisa IDC.

A gigante sul-coreana detinha o posto há 12 anos, no entanto, a Apple assumiu uma participação de 20% do mercado em 2023, conforme os dados apresentados. Por outro lado, a Samsung terminou o ano passado com uma participação de 19,4%, seguida pelas chinesas Xiaomi, Oppo e Transsion.

Neste sentido, a Apple e a Transsion foram as únicas marcas entre as cinco principais que registraram crescimento nas vendas de smartphones no ano passado, quando o mercado caiu 3,2%, para 1,17 bilhão de unidades, e atingiu o nível mais baixo da década.

A IDC aponta que o total de celulares da Apple em 2023 teve um aumento de 3,7%, totalizando 234,6 milhões de unidades, ultrapassando os 226,6 milhões da Samsung.

Apple é a marca mais valiosa do mundo

Apple é a marca mais valiosa do mundo, de acordo com os dados divulgados pelo Brand Finance ao Fórum Econômico Mundial, em Davos na quarta-feira (17). O ranking global é composto por três gigantes de tecnologia, a AppleMicrosoft Google, companhias dos Estados Unidos (EUA).

Apenas a Apple tem valor de marca avaliado em US$ 516,6 bilhões, enquanto Microsoft US$ 240,4 bilhões e Google US$ 333,4 bilhões.

Importante lembrar que valor da marca é diferente do valor de mercado da companhia. Quando se trata de marca, se considera a capacidade da companhia de monetizar a percepção do público.

Repórter
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin