Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Aquisição da Gaspetro pode render entraves, mas UBS vê ganhos para ações da Cosan

28/10/2020 - 10:38
Comgas Empresas Gás
A Cosan já tem a Comgás, a maior distribuidora de gás no Brasil, em seu time (Imagem: Instagram da Comgas)

O mercado está atento à intenção da Compass, subsidiária da Cosan (CSAN3), em adquirir a participação de 51% na holding Gaspetro, atualmente sob domínio da Petrobras (PETR3PETR4).

A equipe de análise do UBS admite que o processo de aquisição da Gaspetro pode esbarrar em obstáculos. Todavia, a posse da holding deve garantir uma fatia ainda maior no mercado de gás natuaral à Cosan, consolidando sua posição.

Gaspetro é uma holding que possui participação em 19 distribuidoras de gás que exploram com exclusividade os serviços locais de distribuição de gás canalizado em diversos Estados do Brasil.

“A Cosan já tem a Comgás (CGAS5) , a maior distribuidora de gás no Brasil, em seu time, e possui planos de implantar uma fábrica de importação de gás natural liquefeito (GNL) no Estado de São Paulo” explicam os analistas Luiz Carvalho, Gabriel Barra e Giuliano Ajeje, que assinam o relatório.

O trio ainda lembra que a companhia deseja operar um linha de gasoduto alimentada pelo pré-sal, a chamada Rota 4. Com a Gaspetro nas mãos da Compass, as margens da subsidiária devem aumentar consideravelmente.

Vale recordar também que a Cosan cancelou recentemente o processo de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), da sua controlada Compass, alegando ausência de condições de mercado.

Então, confira na tabela abaixo os detalhes da recomendação de compra das ações Cosan feita pelo banco suíço:

Empresa Ticker Preço-alvo (R$)
Cosan  CSAN3 84

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 28/10/2020 - 10:41