Arábia Saudita suspende exportação de carne de aves de 11 unidades do Brasil

06/05/2021 - 19:41
Frigorífico
Não houve contato prévio das autoridades sauditas, tampouco apresentação de motivações ou justificativas que embasem as suspensões (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

O Ministério da Agricultura afirmou que 11 unidades exportadoras de carne de aves foram suspensas de embarcar a proteína do Brasil para a Arábia Saudita, conforme decisão publicada nesta quinta-feira pela autoridade do país Saudi Food and Drug Authority (SFDA, na sigla em inglês).

Em nota conjunta com o Ministério das Relações Exteriores, a pasta disse que recebeu a informação com “com surpresa e consternação”.

Segundo o ministério, a decisão consta apenas em uma nova lista de plantas brasileiras autorizadas a exportar para o país, sem maiores detalhes.

“Não houve contato prévio das autoridades sauditas, tampouco apresentação de motivações ou justificativas que embasem as suspensões”, disse o comunicado, citando que, até o momento, apenas o Brasil foi objeto de atualização da lista de exportadores de carne de aves.

Com isso, o governo brasileiro disse que iniciou contatos com as autoridades da Arábia Saudita e da embaixada desse país em Brasília para buscar esclarecer o episódio.

“Todas as vias bilaterais e multilaterais serão empregadas com vistas à pronta resolução da questão. Caso se comprove a interposição de barreira indevida ao comércio, o Brasil poderá levar o caso à OMC (Organização Mundial do Comércio)”, destacou o comunicado.

“O Brasil reitera os elevados padrões de qualidade e sanidade seguidos por toda nossa cadeia de produtos de origem animal… Há confiança de que todos os requisitos sanitários estabelecidos por mercados de destino são integralmente cumpridos.”

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 06/05/2021 - 19:41

Pela Web