Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Arezzo, Centauro ou Hering: quem mandou melhor no 2º trimestre?

17/08/2020 - 12:54
Arezzo
Na avaliação do Credit Suisse, a Arezzo foi o destaque positivo do trimestre, tendo em vista os dados encorajadores de venda e lucratividade de julho (Imagem: LinkedIn/Arezzo&Co)

As companhias do varejo de vestuário apresentaram diferentes resultados no segundo trimestre de 2020, considerado pelo mercado o período mais incomum do ano devido ao fechamento das lojas para conter a disseminação do coronavírus.

Na avaliação do Credit Suisse, a Arezzo (ARZZ3) foi o destaque positivo do trimestre, tendo em vista os dados encorajadores de venda e lucratividade de julho, que sugerem que o próximo balanço será promissor.

“A pandemia de covid-19 atingiu o segmento de moda, mas encontrou a Arezzo relativamente preparada para navegar as águas turbulentas. As vendas no e-commerce cresceram 200% na comparação ano a ano, ajudando a minimizar a perda de receita líquida e dando suporte a margens brutas melhores”, comentaram Victor Saragiotto e Pedro Pinto, autores do relatório divulgado pelo banco e obtido pelo Money Times.

Além disso, a empresa também deu a entender que mira novas oportunidades de fusões e aquisições para se consolidar no setor.

Destaque negativo

Hering
A Hering, por ter pouca exposição aos canais digitais, continua atrás dos pares (Imagem: LinkedIn/Hering)

Diferente da Arezzo, a Hering (HGTX3), registrou o desempenho mais fraco do período. A companhia, por ter pouca exposição aos canais digitais, continua atrás dos pares.

“A Hering foi a mais impactada pelo ponto de vista de receita líquida, embora tenha acelerado fortemente seu e-commerce (no geral, a receita caiu 66% no comparativo anual, enquanto o e-commerce subiu 165% – ambos em linha com nossas expectativas)”, afirmaram Saragiotto e Pinto.

Os dados de julho sugerem que o volume de vendas estão em 50% dos níveis de 2019. O e-commerce também tem conseguido manter sua taxa de crescimento superior a 150%, mas o Credit Suisse acredita que as margens continuarão sob pressão.

No caso da Centauro (CNTO3), os resultados vieram fracos, como o esperado. O SSS (vendas nas mesmas lojas) das operações físicas despencou 89% no segundo trimestre, mas as iniciativas omnichannel levaram a uma recuperação em julho, com o SSS caindo 41% e o volume bruto de mercadorias online crescendo 129%.

O Credit Suisse destacou o bom trabalho feito pela administração da empresa, o que resultou em uma geração de caixa de R$ 50,7 milhões em meio a um cenário desafiador.

Para as ações da Arezzo e da Centauro, o banco defendeu a recomendação de outperform (desempenho esperado acima da média do mercado). O papel da Hering tem recomendação neutra.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 17/08/2020 - 13:24