Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

As 11 principais notícias para lidar com os mercados nesta quinta-feira

07/03/2019 - 10:05

Olá leitor do Money Times!

Mercados internacionais em baixa, com manutenção da política monetária pelo BCE e novos estímulos para bancos, cortes nas projeções de crescimento pela OCDE e pressão de Trump para fechamento de acordo comercial com a China. Ouro estável, petróleo em alta e dólar se valoriza frente a euro e iene.

Selecionamos as 11 principais notícias desta quinta-feira (7).

Confira:

1 – Postagem obscena de Bolsonaro desagrada militares no Planalto – “A polêmica postagem ocorre após o presidente ser alvo de protestos, xingamentos e ironias em diversos blocos carnavalescos. Isso levou veículos no Brasil e no exterior, como o “Guardian” e o “New York Times” a questionar se Bolsonaro estava retaliando”. Leia Mais

2 – PEC abre espaço para trabalhador na ativa migrar para capitalização –  Na capitalização, como a adotada no Chile, todos os trabalhadores passam a contribuir para um fundo individual tão logo a capitalização seja implementada.” Leia Mais

3 – EUA e China caminham para entendimento mútuo – Washington e Pequim estão entrando em maior consonância para o fechamento do acordo comercial, de acordo com ex-ministro do comércio da China, Jin Xu. Leia Mais

4 – PIB da Zona do Euro avança 1,8% em 2018 com nível de emprego recorde – O PIB da Zona do Euro relatou crescimento de 1,1% no quarto trimestre do último ano, em relação ao visto entre outubro e dezembro de 2017. No agregado dos 28 países da União Europeia, o avanço do nível de produto foi superior, de 1,4%. Leia Mais

Evolução do emprego na Zona do Euro e na União Europeia

5 – Trump eleva esforços para fim da guerra comercial com a China de olho em 2020 – O presidente Donald Trump aumenta seus esforços na concretização de acordo comercial com a China, no intuito de promover otimismo no mercado acionário e pavimentar estrada para a reeleição em 2020. Leia Mais

6 – Paper de Chicago estima que economia da China é 12% inferior  A economia chinesa é 12% inferior do que as estatísticas oficiais apontam, e o crescimento real está superestimado em cerca de 2 pontos percentuais em cada ano, de acordo com pesquisa de acadêmicos das Universidades de Chicago e Hong Kong. Leia Mais

Diferença entre PIB oficial da China e medição do paper de Chicago

7 – Klabin continuará a pagar royalty superior a R$ 50 mihões por uso do nome  Em um movimento inesperado, a Klabin (KLBN11) cancelou a sua assembleia de acionistas que iria votar a incorporação da Sociedade Geral de Marcas (Sogemar), que controla a sua marca. Leia Mais

8Rali do S&P 500 pode estar próximo do término, diz Goldman Sachs “Um dos maiores ralis da história” pode estar próximo de seu fim. Pelo menos esta é a visão da equipe de análise do Goldman Sachs, em relação a valorização vertiginosa do índice S&P 500, dos 2.300 pontos para patamar próximo aos 2.800 pontos. Leia Mais

9 – CCR fecha acordo de leniência CCR (CCRO3) anunciou ontem que sua subsidiária Rodonorte fechou um acordo de leniência com o Ministério Público do Paraná para encerrar um processo envolvendo pagamento de propinas para autoridades do Estado. Leia Mais

10 – Huawei processa judicialmente o governo americano  A gigante chinesa de tecnologia Huawei anunciou que está processando judicialmente o governo dos Estados Unidos (EUA) pela proibição oficial de que órgãos federais adquiram seus produtos. Leia Mais

11 – Corretoras veem Índice Bovespa acima de 110 mil pontos com reforma da Previdência  As corretoras seguem otimistas com o mercado de ações, apesar do tropeço em fevereiro, quando o Índice Bovespa fechou em queda de 1,9% depois de subir 10% em janeiro. Neste mês, a Bradesco Corretora e a Ágora Corretora, ambas do Bradesco, ajustaram suas estimativas para o Índice Bovespa no fim deste ano, de 112 mil pontos para 116 mil, com base na melhora das expectativas dos analistas para o crescimento do lucro das empresas. Leia Mais

11.1 –  Chega de gravatas: Entenda por que o Goldman Sachs flexibilizou a moda de Wall Street – Funcionários do banco de investimento norte-americano Goldman Sachs já podem adotar um estilo mais casual para trabalhar. É o que o CEO David Solomon, o presidente John Waldron e o chefe do departamento de finanças Stephen Scherr impuseram. De acordo com a CNN, é uma grande mudança em face ao favoritismo por ternos e gravatas nos escritórios de Wall Street. Leia Mais

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: ,

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 07/03/2019 - 10:14

Cotações Crypto
Pela Web