Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

As 19 ações brasileiras preferidas pelo Bank of America

04/08/2020 - 11:31
Navio da Petrobras
Favorita: Petrobras é a ação com maior peso na carteira brasileira do Bank of America (Imagem: Agência Petrobras)

Com a temporada de balanços do segundo trimestre em curso, os resultados começam a mostrar que o impacto da pandemia de coronavírus foi menos intenso do que se imaginava nas empresas da América Latina.

Por isso, os bancos estrangeiros olham com mais atenção para as oportunidades locais – e o Bank of America (BofA) está entre eles.

Em relatório enviado aos clientes e obtido pelo Money Times, a instituição afirma que “não há alternativa”, a não ser investir em ações de empresas brasileiras.

Enquanto recomenda aos investidores que não comprem ações argentinas e colombianas e se exponham pouco (underweight) ao mercado mexicano, o BofA sugere uma exposição mediana ao Brasil (marketweight).

Migração

Segundo o banco americano, quem comprar ações de companhias verde-amarelas será beneficiado pela migração de recursos da renda fixa para ativos de risco, já que os brasileiros devem migrar ainda mais para o mercado acionário com o esperado corte da Selic, a ser anunciado nesta quarta-feira (5) pelo Copom.

A preocupação do BofA recai sobre a deterioração das contas públicas, que pode minar a retomada da economia e a agenda microeconômica. De qualquer modo, o banco enxerga boas oportunidades no país, como no setor de consumo, devido à expansão do e-commerce, e de energia.

Já os segmentos não recomendados pelo BofA são o industrial, o de materiais e o financeiro. Tudo somado, a instituição recomenda 19 ações brasileiras para quem deseja lucrar com a migração de recursos da renda fixa para a variável. Veja a lista divulgada pelo BofA.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 04/08/2020 - 11:31