Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

As 5 principais notícias do mercado internacional desta quinta-feira

24/01/2019 - 10:14

Por Investing.com – Confira as cinco principais notícias desta quinta-feira, 24 de janeiro, sobre os mercados financeiros:

1 – Bolsas indicam abertura em alta

Wall Street está programada para abrir com uma leve alta, seguindo outra sequência de balanços que elevaram o sentimento positivo de forma geral durante a noite. Os resultados acima do consenso da Texas Instruments (NASDAQ:TXN), da United Technologies (NYSE:UTX) e da Procter & Gamble publicados ontem sugeriram que uma ampla faixa da economia continua em boa forma.

+ Veja aqui quais são as pequenas gigantes da Bolsa que podem te ajudar a transformar centavos em milhões

Por volta das 8h35, o blue-chip Dow futures subia 30 pontos, ou cerca de 0,10%, os futuros do S & P 500 subiam 4 pontos, ou cerca de 0,16%, enquanto o índice futuro de tecnologia Nasdaq 100 estava em alta de 29 pontos, ou 0,44%.

Enquanto isso, as ações europeias estavam em sua maioria mais altas, com o setor de tecnologia subindo drasticamente após uma forte atualização da fabricante de chips STMicro. Mais cedo, os mercados da Ásia fecharam em alta, sua maior parte, seguindo a liderança de Wall Street.

2 – Senado votará sobre paralisação após Pelosi barrar Trump do Congresso.

O Senado votará mais tarde nesta quinta-feira sobre propostas rivais para acabar com a paralisação parcial do governo federal dos EUA.

A votação acontece um dia depois do presidente Donald Trump ter dito que iria adiar a realização de seu discurso sobre o Estado da União até que a paralisação tenha terminado. Cerca de um quarto do governo permanece fechado desde 22 de dezembro, quando o financiamento de algumas agências dos EUA expirou por motivos alheios à segurança na fronteira ou à imigração. Trump exigiu que qualquer medida que termine o fechamento deva conter US$ 5,7 bilhões para a construção de um muro na fronteira sul dos EUA, financiamento ao qual os democratas se opõem.

3 – Draghi em foco por possíveis adiamentos no aumento da taxa do BCE

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, fará uma coletiva de imprensa na sequência da primeira reunião de política monetária do BCE, que ocorre após uma desaceleração preocupante na economia da zona do euro nos últimos meses.

Estimativas recentes divulgadas nesta quinta-feira mostraram que o setor industrial da Alemanha se contraiu em janeiro, enquanto o Índice de Gerentes de Compras da zona do euro ficou acima do nível 50, o que sinaliza expansão.

Nenhuma mudança na política é esperada, mas o mercado está à procura de sinais de que o primeiro aumento de taxa do BCE desde 2009 – atualmente esperado para o final deste ano, será adiado ainda mais. O euro caiu 0,30% em relação ao dólar em US$ 1,1346.

Vale deverá apresentar “fortes resultados” no quarto trimestre, diz Safra

4 – Pedidos de seguro-desemprego e PMI são aguardados

Os dados sobre os pedidos iniciais de seguro-desemprego devem ser divulgados às 11h30, com o número de pessoas esperado apresentando um ligeiro aumento, de 213 mil na semana passada para 219 mil. O PMI dos EUA da Markit para janeiro também é esperado e deverá mostrar uma ligeira queda para 53,5, em comparação com 3,8 em dezembro.

Finalizando os índices compostos e de fabricação do Kansas City Fed serão divulgados às 19h00. Embora os números permaneçam amplamente positivos, as negociações comerciais entre os EUA e a China na próxima semana continuam a ofuscá-las. As tensões comerciais aumentaram novamente durante a noite, quando Pequim bloqueou o acesso ao mecanismo de busca Bing, da Microsoft (NASDAQ:MSFT), na China.

5 – O petróleo se recupera de aumento surpresa nos estoques de petróleo cru nos EUA

O tom mais positivo nos mercados de ações durante a noite apoiou o petróleo depois que ele caiu em função dos dados do American Petroleum Institute, na quarta-feira, mostrando um surpreendente aumento de 6,5 milhões de barris nos estoques de petróleo cru nos EUA na semana passada.

A Energy Information Administration (EIA) publicará seu relatório de dados semanal às 19:00.

Os dados surgem no contexto de uma reviravolta na Venezuela, um dos maiores exportadores de petróleo bruto para as refinarias norte-americanas. Os EUA e outros países reconheceram Juan Gaido, presidente da Assembleia Nacional, como o presidente legítimo na quarta-feira, reforçando sua tentativa de derrubar Nicolas Maduro, cuja vitória nas eleições do ano passado foi ofuscada por alegações de manipulação de votos. A turbulência atingiu os estoques das refinarias Valero e PBF Energy no comércio de pré-mercado.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: ,

Última atualização por Bruno Andrade - 24/01/2019 - 10:14

Cotações Crypto
Pela Web