Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Ásia: índices da China caem após assinatura de Fase 1 com os EUA; yuan varia pouco

16/01/2020 - 8:06
Moedas Yuan Dólar Guerra Comercial
O yuan terminou a sessão doméstica a 6,8850 por dólar, ganho de 0,07% no dia e maior fechamento desde 30 de julho (Imagem: Reuters/Jason Lee)

O yuan manteve-se estável enquanto as ações da China recuaram nesta quinta-feira após a assinatura da Fase 1 do acordo comercial com os Estados Unidos, com os mercados financeiros adotando a cautela já que muitas questões continuam sem solução.

O acordo comercial parcial assinado na quarta-feira ainda manteve as tarifas impostas pelos dois lados ao longo dos últimos 18 meses, enquanto diferenças estruturais que levaram ao conflito não foram abordados.

O yuan terminou a sessão doméstica a 6,8850 por dólar, ganho de 0,07% no dia e maior fechamento desde 30 de julho.

O alívio de que a Fase 1 do acordo foi finalmente assinada e uma orientação mais forte do banco central ajudaram a sustentar a moeda depois de flertar com pequenas perdas à tarde.

O Banco do Povo da China determinou o ponto médio de fixação para a banda diária de negociação em 6,8807 por dólar na quinta-feira, nível mais firme desde 26 de julho e ante 6,8845 na véspera.

Banco Central da China
O alívio de que a Fase 1 do acordo foi finalmente assinada e uma orientação mais forte do banco central ajudaram a sustentar a moeda (Imagem: Reuters/Jason Lee)

No mercado externo, o yuan tinha leve alta de 0,1%, a 6,8846 por dólar. A moeda chegou a atingir 6,8662 por dólar, patamar mais elevado desde 26 de julho, na terça-feira.

O mercado acionário chinês, que também tinha avançado devido ao otimismo com a trégua comercial, mostrou pouco entusiasmo com a assinatura do acordo. Embora o acordo tenha ajudado a melhorar a confiança empresarial, ele deve dar apenas um impulso modesto para a economia.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,42%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,52%.

Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,07%, a 23.933 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG subiu 0,38%, a 28.883 pontos.

Em Xangai , o índice SSEC perdeu 0,52%, a 3.074 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,42%, a 4.149 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve valorização de 0,77%, a 2.248 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,21%, a 12.066 pontos.

Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,65%, a 3.278 pontos.

Em Sydney o índice S&P/ASX 200 avançou 0,67%, a 7.041 pontos.

Última atualização por Lucas Simões - 16/01/2020 - 8:06