Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ativa muda toda carteira de ações, depois de perder feio do Ibovespa em abril

07/05/2020 - 13:46
Desfile da Lojas Renner
De volta às passarelas: Renner deve reabrir lojas em maio, o que ajudará nos resultados anuais, diz Ativa (Imagem: Facebook/Divulgação/Lojas Renner)

A Ativa Corretora decidiu mudar completamente sua Carteira Valor, composta por cinco ações que buscam bater a rentabilidade do Ibovespa no longo prazo. A corretora não admite, mas o fato é que o desempenho do portfólio ficou bem atrás do seu benchmark em abril.

Enquanto o Ibovespa subiu 10,25%, os papéis indicados pela Ativa renderam apenas 3,96%. No acumulado do ano, o Ibovespa perde 30%, enquanto a carteira da corretora recua 39%.

“Optamos por mudar a carteira por completo, devido às alterações vistas no cenário macroeconômico”, afirma a Ativa. “Buscamos posições mais estratégicas, a fim de expor a carteira a riscos calculados”, acrescenta.

Escolhas

Assim, a JBS (JBSS3) foi listada para aproveitar a demanda mundial por proteína animal. Já a reabertura das lojas físicas, prevista para maio, é o motivo para incluir a Lojas Renner (LREN3), já que isso pode ajudar os lucros da companhia.

A Movida (MOVI3) atraiu a atenção da gestora, por ser um papel negociado com desconto em relação ao seu preço justo. Do Itaú Unibanco (ITUB4), espera-se a redução de custos, por meio do fechamento de agências físicas e da intensificação do uso do internet banking pelos clientes.

Por fim, a Energias do Brasil (ENBR3) conta com vantagens “híbridas”: seu nível de endividamento é saudável, seus múltiplos estão descontados e a Ativa confia que os problemas na área de distribuição serão compensados com melhores performances em geração e transmissão de energia.

Veja, a seguir, a lista de ações recomendadas pela Ativa na Carteira Valor de maio.

Em nota ao Money Times, a Ativa se manifestou sobre os resultados de abril e sobre sua estratégia de investimentos:

“Ativa Investimentos preza pela relação de transparência e confiança com seus clientes. Todas as carteiras recomendadas, sejam elas mensais ou semanais, têm como primeira informação a rentabilidade alcançada e a comparação com seu benchmark.

Para abril, dado o alto nível de volatilidade nos mercados em março, adotamos uma postura defensiva. Optamos por garantir a preservação do capital dos nossos clientes em vez de tomar posições arriscadas demais para o período. Ressaltamos que o nosso maior compromisso é oferecer sempre o melhor risco-benefício aos nossos clientes, que são tratados como absoluta prioridade”.

(Texto atualizado às 20h30, com o posicionamento da Ativa.)

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Márcio Juliboni - 07/05/2020 - 20:37