Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ativos brasileiros acompanham Wall Street durante feriado; Copel sobe e Vale cai

20/11/2019 - 20:47
Os ativos da Vale recuaram 1,75% nesta quarta-feira em Nova York (REUTERS/Washington Alves)

As ações brasileiras tiveram variações em linha com os mercados internacionais nesta quarta-feira (20), dia em que a B3 (B3SA3) esteve fechada por conta do feriado da Consciência Negra.

O índice Dow Jones Brazil Titans caiu 0,23%, a 22.314 pontos. Já o ETF (Exchange Traded Funds), fundo negociado em bolsa, MSCI Brazil (EWZ) recuou 0,1%, a US$ 41,96.

Os ativos em destaque de alta foram: Copel (ELP) 2,15%, a US$ 14,25; Sabesp (SBS) 1,97%, a US$ 12,44; Cosan Ltd (CZZ) 1,48%, US$ 17,18 ; Bradesco (BBDO) 0,95%, a US$ 7,40; Petrobras (PBR) 0,13%, a US$ 14,17.

Em baixa, os ativos da Vale (VALE) recuaram 1,75%, a US$ 11,26; Suzano (SUZ) -1,56%, a US$ 8,85; Gol (GOL) -1,05%, a US$ 16,03.

Wall Street
O índice industrial Dow Jones caiu 0,41%, para 27.820,41 (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

Wall Street

Os principais índices de Wall Street fecharam em baixa nesta quarta-feira (20), em meio à possibilidade da “fase um” do acordo comercial entre Washington e Pequim não ser concluída neste ano.

O índice industrial Dow Jones caiu 0,41%, para 27.820,41, o S&P 500 recuou 0,38%, para 3.108,4 pontos, e o Nasdaq caiu 0,51%, para 8.526,73.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trumpdisse nesta quarta-feira que os EUA continuam conversando com a China, mas não deu mais detalhes, conforme os dois lados tentaram fechar um acordo comercial de fase um antes de iminentes tarifas norte-americanas no próximo mês.

“Nós continuamos conversando com a China. A China quer fazer um acordo. A questão é: eu quero fazer um acordo? Porque gosto do que está acontecendo agora”, disse Trump a repórteres na Casa Branca.

Federal Resserve
O mercado também avaliou a ata da última reunião do Federal Reserve (Imagem: REUTERS/Chris Wattie/File Photo)

Ata do Fed

Um Federal Reserve crescentemente dividido que decidiu dar uma pausa em seu ciclo de afrouxamento monetário após cortar a taxa de juros em outubro deu poucas indicações sobre o que pode levar os formuladores de política a mudar de opinião sobre as perspectivas, mostrou a ata da última reunião divulgada nesta quarta-feira (20).

O texto sobre a última discussão sobre a política monetária dos EUA, em 29-30 de outubro, quando o Fed votou por 8 a 2 para reduzir a taxa de juros em 0,25 ponto percentual, também mostrou que as autoridades discutiram mais a possibilidade de estabelecer um mecanismo permanente de compromissadas após distúrbios recentes nos mercados de moeda de curto prazo.

“A maioria dos participantes avaliou que a posição da política, após uma redução de 25 pontos básicos nesta reunião, seria bem calibrada para sustentar a perspectiva de crescimento moderado, um mercado de trabalho forte e inflação próxima à meta do comitê de 2%”, afirmou o Fed na ata.

Bolsa de Valores de Frankfurt mercados europa
Setores sensíveis a questões tarifárias, incluindo o automotivo, e ações de mineração caíram mais de 0,4% (Imagem: REUTERS/Staff)

Europa

Os índices acionários europeus tiveram seu pior dia em três semanas nesta quarta-feira, com preocupações crescentes de que as tensões entre Estados Unidos e China possam atrapalhar as negociações comerciais entre os dois países.

Setores sensíveis a questões tarifárias, incluindo o automotivo, e ações de mineração caíram mais de 0,4%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Leia mais sobre: Mercados, Wall Street

Última atualização por Gustavo Kahil - 20/11/2019 - 20:49