Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Avon Internacional ainda é um problema para a Natura

18/02/2021 - 22:04
Avon
Para a corretora, a Avon Internacional ainda terá um desempenho fraco, com uma queda de até dois dígitos nas receitas (Imagem: Facebook/Avon)

A Natura (NTCO3) deverá reportar resultados sólidos no quarto trimestre, embora não tão fortes como nos trimestres anteriores, aponta a Ágora Investimento em relatório enviado a clientes nesta quinta-feira (18).

A corretora calcula uma elevação de 17% na receita. O Ebitda, que mede o resultado operacional, deve sofrer mais devido a alta dos gastos com marketing, e somar R$ 1,4 bi, alta de 7,8%. O lucro líquido ajustado irá disparar 51,1%, a R$ 334 milhões.

“Natura é uma das nossas principais escolhas no setor – temos uma recomendação de compra com um preço-alvo estimado para 2021 de R$ 60”, apontam os analistas Richard Cathcart e Flávia Meireles.

Avons em sentidos opostos

Para a dupla, a Avon Internacional apresentará números mais fracos, com queda de até dois dígitos nas receitas.

“Alguns dos maiores mercados – como a África do Sul e as Filipinas – ainda estão enfrentando desafios significativos da Covid-19 e isso deve prejudicar o desempenho no quarto trimestre de 2020 e primeiro trimestre de 2021″, argumentam.

Eles afirmam ainda que os investidores, de certa forma, já esperam que a recuperação da Avon Internacional demore mais a ocorrer do que na América Latina.

Por outro lado, a Avon no Brasil e na América Latina devem apresentar números mais amimadores.

“Esperamos um crescimento da receita de câmbio (da ordem de 2%) na América Latina hispânica para a Avon, que é o primeiro trimestre de crescimento desde a Natura adquiriu a marca”, argumentam.

Além disso, os analistas apostam em alguma expansão da margem, impulsionada pela maior contribuição das receitas, embora, novamente, o custo do marketing possa pesar nos números da gigante de cosméticos.

“Vemos 2021 como um ano crucial para a empresa e principalmente para os negócios da Avon no Brasil e na América Latina. Grandes iniciativas, como a segmentação de representantes, serão implementadas para que os investidores passem a ter uma visão mais clara do potencial do turnaround da Avon”, observam.

A empresa deverá divulgar seus resultados no dia 4 de março.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 18/02/2021 - 22:10

Pela Web