Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

B2W anuncia compra da Supernow, plataforma de e-commerce focada em supermercados

13/01/2020 - 19:30
Supermercados Consumo
Conforto: Supernow permite que cliente faça compras no supermercado sem sair do sofá (Imagem: Unsplash/@thomasble)

A B2W (BTOW3) selou a aquisição da Supernow, uma plataforma de varejo online com foco em supermercados. A companhia se justificou, afirmando que o negócio atende à estratégia de diversificar suas áreas de atuação. “A aquisição está em linha com a estratégia da B2W de melhor atender o cliente, oferecendo: tudo”, afirmou em comunicado.

O valor da aquisição não foi divulgado, bem como os seus termos. Fundada em 2016, a Supernow permite que os consumidores realizem compras online nas mais de 30 redes de supermercados associadas. O cliente escolhe o estabelecimento, realize a compra e pode receber o pedido em até duas horas, ou retirar os produtos na loja.

Segundo a B2W, os clientes da Supernow a utilizam, em média, 2,3 vezes por mês.

A B2W informou ainda que não sabe se seus acionistas precisarão aprovar o negócio. A empresa informou que ainda estuda se o acordo se enquadra nos termos do artigo 256 da Lei das Sociedades Anônimas.

Regras

Esse artigo determina as regras para convocar assembleias de acionistas para aprovar aquisições de controle. A dúvida da B2W recai sobre seu inciso II, que estabelece três situações em que os acionistas devem se reunir.

Caso o valor da compra supere, em uma vez e meia, a lei determina três situações em que os acionistas serão convocados. A primeira é se a aquisição for fechada por um preço maior que o valor médio das ações da adquirida nos 90 dias anteriores ao negócio.

A segunda ocorre, quando o negócio supera o valor do patrimônio líquido atualizado a preços de mercado naquela proporção. A última condição é que o negócio seja fechado por um valor maior que o lucro líquido por ação, nos últimos dois anos fiscais, em preços atualizados.

A B2W adianta, porém, que a compra da Supernow não se enquadra nas exigências do inciso I do mesmo artigo. Isto significa que, embora não tenha anunciado o valor total do negócio, a cifra não representa “investimento relevante” para a B2W.

Veja, abaixo, a íntegra do comunicado da B2W.

Última atualização por Márcio Juliboni - 13/01/2020 - 19:30