Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

B3: Aproveite a queda e compre as ações, apontam analistas

15/06/2021 - 14:14
Ibovespa Ações Mercados B3SA3
“Não vemos uma razão importante para explicar a fraqueza das ações B3 nas últimas semanas”, apontam os analistas (Imagem: B3/Divulgação)

As ações da B3 (B3SA3) vem sofrendo nas últimas semanas devido às especulações de um possível novo concorrente. Neste ano, os papéis acumulam baixa de cerca de 14%.

Mas para o Safra, em relatório enviado a clientes e obtido pelo Money Times, a queda não é para tanto.

“Não vemos uma razão importante para explicar a fraqueza das ações da B3 nas últimas semanas”, apontam os analistas Luis F. Azevedo e Silvio Dória.

A corretora elevou o preço-alvo da dona da Bolsa brasileira R$ 21 para R$ 23, o que implica potencial de alta de 29%, com recomendação outperform, ou seja, acima das expectativas do mercado.

A entrada de uma “nova Bolsa” ganhou força após a saída José Berenguer, do Banco XP, do conselho de administração da companhia.

Após o fato, o JPMorgan publicou relatório aventando a possibilidade da XP criar sua própria Bolsa. O banco rebaixou a recomendação da B3 de compra para neutra diante da possibilidade.

“Mesmo que o aumento da competição seja algo que deve acontecer no futuro, acreditamos que esse risco pode não ser iminente”, argumentam.

Para eles, o estoque da B3 continua com fundamentos sólidos, com forte geração de fluxo de caixa livre e boas perspectivas de volumes negociados para os próximos anos.

Além disso, a dupla ressalta o vento favorável do mercado de capitais brasileiro, com um pipeline robusto de empresas listadas e o fato da companhia oferecer um modelo de negócios diversificado.

“A empresa tem um modelo integrado, com negociação, compensação e custódia, o que confere boa resiliência na sua tese de investimentos”, dizem.

Em maio, o número de investidores cresceu 1,7% em comparação a abril e está a 226 mil de bater os 4 milhões.

Em um ano, o número de empresas listadas subiu 11,8% ante 2020, somando 391 companhias.

Margens em alta

De acordo com os analistas, o forte crescimento da receita líquida da B3 deve ser acompanhado por alguma alavancagem operacional, o que permitirá melhorias nas margens em 2021.

O Safra prevê um Ebitda, que mede o resultado operacional, ajustado de R$ 7,3 bilhões neste ano, alta de 15,2%.

Já o lucro deve ficar em R$ 5 bilhões, elevação de 13,6%.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 15/06/2021 - 14:14

Pela Web