Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Balanços da brMalls, Aliansce Sonae e Iguatemi têm tudo para agradar com tendência positiva de vendas

14/02/2020 - 13:56
Aliansce Sonae
A Aliansce Sonae deve apresentar dados satisfatórios no quarto trimestre, embalados pela série de mudanças realizada ao longo do ano passado (Imagem: Aliansce Sonae)

O mercado pode esperar por mais uma boa temporada de balanços do setor de shoppings. Segundo a equipe de análise do Safra, as empresas devem se beneficiar da tendência positiva de vendas em lojas, iniciada no terceiro trimestre de 2019.

“Nós esperamos que as taxas de vacância, os descontos e os indicadores de inadimplência sejam impactados positivamente, com melhorias graduais em seus resultados e o início de uma abertura para contratos de renegociação mais adequados com lojistas inquilinos – o que eventualmente trará novas oportunidades de expansão e, quem sabe, até de projetos greenfield nos próximos trimestres”, comenta o analista Luiz Peçanha.

Estratégia bem-sucedida

A brMalls (BRML3) e a Aliansce Sonae (ALSO3) apresentarão dados satisfatórios, embalados pela série de mudanças realizada ao longo do ano passado.

A produtividade dos portfólios aumentou após ambas as empresas venderem diversos ativos de menor importância, jogando toda a atenção nos shoppings dominantes.

“Acreditamos que tal estratégia irá produzir valor, e melhorias na eficiência devem ser vistas ao longo deste ano”, afirma Peçanha.

O Safra também defende que a brMalls e a Aliansce Sonae serão as maiores beneficiárias da recuperação econômica, dado o perfil mais abrangente de seus ativos, que atendem diversas classes sociais.

A recomendação para os dois papéis é de outperform (acima da média do mercado), com preço-alvo de R$ 16,40 para a brMalls e de R$ 60 para a Aliansce Sonae.

Preenchendo espaços vagos

A Iguatemi irá reportar bons números e continuará tirando vantagem do avanço das vendas no varejo (Imagem: Reprodução/Facebook/Shopping Iguatemi São Paulo)

Iguatemi (IGTA3) é outra companhia que deve reportar bons números do quarto trimestre de 2019. Na avaliação de Peçanha, a empresa, que vendeu em outubro 30% do que detinha no Shopping Iguatemi Florianópolis por R$ 110 milhões, continuará tirando vantagem do avanço das vendas no varejo, reduzindo assim os descontos oferecidos para os lojistas inquilinos nos últimos anos. Os resultados também serão influenciados pelos esforços de reduzir espaços comerciais vagos.

O Safra tem recomendação de outperform para a ação, com preço-alvo de R$ 57,50.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Traída pelo próprio balanço

O banco adota uma visão mais cautelosa sobre a Multiplan (MULT3), que, embora deva se beneficiar dos 10,5 mil m² adicionais de área bruta locável decorrentes da aquisição de 20% do BH Shopping e de 2,25% do Canoas Shopping, terá os números do novo balanço ofuscados por uma base de comparação mais forte na receita de serviços. No quarto trimestre de 2018, a empresa se beneficiou dos ganhos não-recorrentes provindos da administração de campanhas de marketing.

“Adicionalmente, uma performance ainda mais fraca em locação corporativa é esperada, dado o spread de arrendamento negativo da Morumbi Corporate no segundo trimestre de 2019”, complementa o Safra.

A recomendação também é de outperform, com preço-alvo de R$ 34,30.

Última atualização por Diana Cheng - 14/02/2020 - 14:00