Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Banco Central do Japão deve elevar previsão de crescimento com Oriente Médio no radar

08/01/2020 - 12:49
Tensão no Oriente Médio pode provocar alta do iene, uma moeda segura (Fonte: Pixabay)

O Banco do Japão deve elevar levemente sua previsão econômica para o ano fiscal que começa em abril para refletir um impulso esperado do último pacote de gastos do governo, disseram fontes familiarizadas com o pensamento da instituição.

Qualquer revisão para cima permitirá ao BoJ justificar a manutenção de sua política monetária na revisão de juros de 20 e 21 de janeiro, a menos que as crescentes tensões no Oriente Médio causem um aumento do iene grande o suficiente para atrapalhar uma recuperação econômica frágil, dizem analistas.

Sob as atuais projeções feitas em outubro, o BoJ espera que a economia do Japão cresça 0,7% no ano fiscal de 2020, acelerando para um crescimento de 1,0% no ano seguinte.

Na revisão de janeiro, o BoJ deve revisar sua projeção de crescimento para o ano fiscal de 2020 para perto de 1%, levando em conta o impulso do pacote de estímulo no valor de 122 bilhões de dólares do governo, disseram três fontes, sob condição de anonimato.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O conflito entre o Irã e os Estados Unidos, no entanto, pode mudar o cenário, já que um aumento nos custos do petróleo e o medo de escalada militar podem esfriar o crescimento global e o sentimento comercial japonês, disse uma quarta fonte.

O conselho de nove membros examinará os desenvolvimentos até o último minuto, finalizando suas previsões trimestrais de crescimento e inflação na revisão de juros de janeiro, disseram as fontes.

Qualquer revisão para cima provavelmente será pequena, já que o efeito positivo do pacote será limitado por exportações e produção fracas, bem como pelo impacto no consumo resultante de um aumento nos impostos sobre vendas que foi lançado em outubro, disseram as fontes.

Última atualização por Lucas Simões - 08/01/2020 - 12:49