Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Veja as 10 ações mais compradas pelos grandes investidores no Brasil

16/05/2020 - 10:25
Banco do Brasil BBAS3
A ação do Banco do Brasil foi a mais investida, subindo do quarto para o primeiro lugar (Imagem: REUTERS/Adriano Machado)

O mercado financeiro seguiu com alta volatilidade em abril devido aos impactos do coronavírus na saúde, na vida das pessoas e na economia do Brasil e do mundo. Internamente, a tensão política aumentou. Por aqui, a Bolsa subiu seguindo o exterior.

O tom mais ameno veio principalmente da desaceleração do número de casos de covid-19 em alguns países da Europa, da queda menor do que a projetada das exportações chinesas, das expectativas de que a recuperação da economia americana pode ser mais rápida e do acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que decidiu diminuir a produção da commodity.

Além disso, ações de companhias brasileiras de setores menos impactados com a crise que tinham se desvalorizado demais atraíram os investidores que viram nelas oportunidades para o médio e longo prazo.

Assim, o Ibovespa fechou o mês de abril com alta de 10,25%, apesar de ainda acumular uma desvalorização de 30,39% no ano. No mês passado, o dólar subiu 4,69%, chegando a R$ 5,438. No ano, a moeda americana valorizou 35,51% frente ao real.

Nessa conjuntura desafiadora, o Big Data SmartBrain mostra quais foram as ações preferidas dos grandes investidores atendidos por assessores de investimentos independentes.

Top 10 das ações mais investidas em abril:

Foram poucas alterações na preferência dos investidores – oito ações que já estavam na lista das Top 10 em março, continuaram sendo bastante escolhidas em abril.

O setor financeiro teve a maior participação nas compras. Segundo analistas, de forma geral, as instituições financeiras são consideradas mais resilientes, maior potencial de recuperação e ainda estão descontadas. Assim, a ação do Banco do Brasil (BBAS3) foi a mais investida, subindo do quarto para o primeiro lugar. Em segundo lugar aparece o Bradesco (BBDC4), que antes ocupava a oitava posição.

A Itaúsa (ITSA4), holding que controla o Itaú Unibanco (ITUB4) e empresas como a Alpargatas (ALPA4) e a Duratex (DTEX3), que ocupava a sexta posição subiu para a quarta. Já o Itaú permaneceu na quinta colocação.

Vale VALE3
As ações da Petrobras e da Vale constaram na relação das favoritas nos quatro primeiros meses do ano, ainda que com mudanças as suas posições (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

As ações da Petrobras (PETR4) e da Vale (VALE3) constaram na relação das favoritas nos quatro primeiros meses do ano, ainda que com mudanças as suas posições. Elas podem ser consideradas as campeãs até o momento.

No caso da Petrobras, no mês passado, o acordo da Opep sobre a diminuição da produção de petróleo trouxe um certo alívio ao representar menor pressão de baixa no preço da commodity no mercado internacional nesta fase de retração na demanda. Os analistas também veem que a situação de caixa da petrolífera, depois de reduzir dívidas e vender ativos, está equilibrada.

A Vale vem sendo recomendada devido à retomada gradual das atividades econômicas na China e pelo fato de o preço do minério de ferro seguir em patamares competitivos. Além disso, a companhia é oportunidade para quem tem visão de longo prazo, pois a cotação da sua ação está abaixo das suas concorrentes.

O ETF BOVA 11, fundo de índice que segue o Ibovespa, foi queridinho nos últimos meses, como forma de diversificação das carteiras. Mas em abril, ele passou para a sétima posição, contra a terceira em março.

A Via Varejo (VVAR3) passou do sétimo para o oitavo lugar. As recomendações são baseadas na capacidade de Roberto Fulcherberger, CEO do Grupo responsável pelas redes Casas Bahia, Ponto Frio e Extra.com.br, promover o turnaround da companhia. A varejista está surpreendendo com o seu braço de vendas digitais – site, aplicativo e até WhatsApp, que vem compensando boa parte das receitas perdidas com as lojas fechadas devido às medidas de isolamento social no enfrentamento da Covid-19.

No mês passado, deixaram o ranking IRB Brasil Resseguros (IRBR3) e a varejista Magazine Luiza (MGLU3). E entraram na lista das Top 10 ações favoritas a Azul Linhas Aéreas (AZUL4) e a JBS (JBSS3).

Agora, veja o ranking dos 10 fundos de ações preferidos em abril:


Oito fundos de ações favoritos em março, continuaram sendo escolhidos para as carteiras em abril, com mudanças nas posições no ranking.

São eles:  Indie FIC FIA, Equitas Selection FC FIA, AZ Quest Top Long Biased FC FIA, AZ Quest Ações FC FIA, ARX Income FIA, Alaska Black Institucional FIA, Moat Capital FIC FIA e Alaska Black FIC FIA BDR Nível 1.

As novidades no mês passado foram o Brasil Capital 30 FC FIA, que entrou na primeira posição na lista de preferência, e o Apex Infinity 8 Long Biased FC FIA, no oitavo lugar.

O que chama atenção é que os fundos de ações Top 10 tiveram rentabilidades positivas em abril, variando de 8,19% (Equitas Selection FC FIA) a 21,52% (Moat Capital FIC FIA). Nove performaram acima do Ibovespa (10,25%) no mês passado, embora no ano ainda acumulem perdas consideráveis.

Deixaram o ranking, os fundos BTG Pactual Absoluto LS FIC FIA e o OCCAM FC FIA.

Teste ações e fundos de ações na sua carteira de investimentos. Use o simulador de investimentos do Money Times!

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Gustavo Kahil - 16/05/2020 - 14:13