Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Banco do Brasil: possível saída de CEO e interferência de Bolsonaro derrubam ações

13/01/2021 - 19:21
André Brandão
Ainda segundo o site, um novo nome deverá ser divulgado ainda hoje (Imagem: Wikimedia Commons)

Uma possível saída do atual presidente do Banco do Brasil (BBAS3), André Brandão, fez com que a ação do banco tombasse na sessão desta quarta-feira (13).

Com isso, os papéis da companhia fecharam em queda de 4,94%, a R$ 37,55.

De acordo com o site O Antagonista, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, estariam planejando a demissão de Brandão.

O presidente estaria insatisfeito com as recentes medidas do BB.

Nos últimos dias, o banco anunciou demissões voluntárias de 5 mil funcionários e o fechamento de 361 unidades, incluindo agências e postos de atendimento, até junho.

Ainda segundo o site, um novo nome deverá ser divulgado hoje.

Para a Ativa Investimentos, a notícia é negativa na medida que expõe, mais uma vez, os riscos de ingerência política na estatal e coloca em cheque qualquer possibilidade do BB assumir uma gestão mais liberal no atual governo.

Passagem relâmpago?

Brandão ocupa o cargo há pouco mais de 4 meses e tem cerca de duas décadas de experiência no mercado financeiro. Já passou por bancos como HSBC, Citi e outros.

O executivo assumi o posto após Rubem Novaes pedir demissão. Novaes estava no BB desde o início do governo e foi um defensor da privatização do banco público, mas o desejo sempre esbarrou na vontade do presidente Jair Bolsonaro.

 

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 13/01/2021 - 20:49