Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Banco Inter irá disponibilizar R$ 550 milhões em crédito para empreendedores

27/04/2020 - 16:30
Banco Inter irá antecipar recebíveis de vendas no cartão de crédito

O Banco Inter (BIDI11) anunciou que irá oferecer um total de R$ 550 milhões em crédito para empreendedores, sendo R$ 250 milhões para correntistas que desejam antecipar recebíveis de vendas no cartão de crédito e R$ 300 milhões em linha de crédito para pequenos e médios varejistas que atuam em todos os 26 shoppings da brMalls (BRML3).

A iniciativa faz parte de uma série de medidas que o banco tem adotado para apoiar correntistas e empreendedores afetados pela pandemia do coronavírus.

“Desejamos ser cada vez mais parceiros dos empreendedores e oferecer soluções que apoiem quem gera empregos e movimenta a economia do país, especialmente nesse momento sensível”, diz Marco Túlio Guimarães, vice-presidente comercial do Banco Inter.

O benefício de taxa zero é válido para clientes com empresas abertas há pelo menos um ano, para vendas com prazo de até 90 dias. O empresário que precisar de um prazo maior pagará taxa de 1% ao mês, por até 36 meses.

Correntistas que não recebem as vendas de cartão de crédito ou débito em sua conta no Banco Inter podem solicitar à credenciadora a mudança de domicílio da maquininha.

Já a linha de crédito para os pequenos e médios varejistas que atuam na rede da brMalls serão disponibilizados diretamente no Super App (Imagem: Maceió Shopping)

“Ao zerar o custo desta operação, damos um importante apoio para que varejistas e comerciantes – mais impactados nessa situação de pandemia – possam continuar funcionando e mantendo seus postos de trabalho”, afirma Guimarães.

Varejo

Já a linha de crédito para os pequenos e médios varejistas que atuam na rede da brMalls serão disponibilizados diretamente no Super App, site do banco ou através dos consultores comerciais, e terão prazos que variam de seis meses a 20 anos, com taxa de juros a partir de 1% ao mês.

Além disso, não haverá cobrança de IOF para os contratos fechados entre abril e maio.

Os empresários poderão usar imóveis comerciais ou residenciais, ainda financiados ou quitados, como garantia para a operação.

Após o envio da documentação completa, o dinheiro será disponibilizado diretamente na conta do empreendedor. Se o registro do imóvel se der de forma eletrônica, a liberação do financiamento pode acontecer em sete dias.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Renan Dantas - 28/04/2020 - 14:18