Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Bancos distribuem em 2019 proventos equivalentes ao valor de mercado da Natura

17/02/2020 - 11:39
Itaú ITUB4
O levantamento aponta ainda que o lucro líquido nominal acumulado pelos quatro bancos no ano de 2019 é de R$ 81,5 bilhões (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

Os quatro maiores bancos brasileiros tiveram no ano passado um volume financeiro em dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) de R$ 58 bilhões, valor próximo ao valor de mercado do Grupo Natura (NTCO3) no dia 13 de fevereiro de 2020. As informações constam de levantamento realizado pela Economatica.

De acordo com o estudo, o valor de 2019 é o maior da série histórica da amostra que se inicia em 2008, ano em que as empresas passaram a publicar o fluxo de caixa no qual se informa o valor desembolsado pelas instituições em dividendos e JCP´s.

O Itaú Unibanco (ITUB4) é o que mais distribuiu dividendos e JCP´s no ano de 2019 com R$ 26,1 bilhões, seguido pelo Bradesco (BBDC4) com R$ 17,7 bilhões. Os quatro bancos tiveram o maior valor desembolsado da série histórica no ano de 2019. Já o Bradesco registra o maior crescimento percentual entre 2019 e 2018 com aumento de 173,8%, seguido pelo Banco do Brasil (BBAS3) com crescimento de 69,3%.

Lucro nominal

O levantamento aponta ainda que o lucro líquido nominal acumulado pelos quatro bancos no ano de 2019 é de R$ 81,5 bilhões, que é o maior valor já registrado historicamente. Se ajustamos os valores históricos pela inflação verificamos que o lucro de 2019 também é o maior historicamente.

ROE

Pelo segundo ano consecutivo o Santander (SANB11) é o banco com melhor ROE entre os bancos da amostra. No ano de 2019 o ROE do banco Santander é de 21,0%, seguido pelo Banco do Brasil com 19,6%, Itaú Unibanco com 18,7% e Bradesco com o menor valor com 17,7%.

Última atualização por Diana Cheng - 17/02/2020 - 14:16