Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

BCE sinaliza cautela, mantém juro negativo até fim de 2019 e aumenta empréstimos

07/03/2019 - 11:08

O BCE (Banco Central Europeu) permaneceu com sua política monetária atual, mantendo o o juro básico em 0,4% negativo nesta quinta-feira (7), projetando inércia até o final de 2019 da taxa na mínima histórica.

Apenas para investidores: melhores small caps reveladas

A autoridade monetária ainda lançou nova rodada de operação de refinanciamento de longo prazo para os bancos, com intuito de contribuir para o funding das instituições financeiras.

Acompanhe o Money Times no Instagram!

“Uma nova série de operações trimestrais de longo prazo direcionadas (TLTRO-III) será lançada, começando em setembro de 2019 e terminando em março de 2021, cada uma com vencimento de dois anos”, declarou o BCE.

Em entrevista a repórteres após a decisão, o presidente do BCE Mario Draghi declarou que “a persistência das incertezas relacionadas a fatores geopolíticos, a ameaça do protecionismo e as vulnerabilidades nos mercados emergentes aparentemente deixam marcas na confiança da economia”.

Confira abaixo íntegra do press release:

“Na reunião de hoje, o Conselho do Banco Central Europeu (BCE) tomou as decisões de política monetária a seguir enumeradas.

1) A taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito permanecerão inalteradas em 0,00%, 0,25% e −0,40%, respetivamente. O Conselho do BCE espera agora que as taxas de juro diretoras do BCE se mantenham nos níveis atuais, pelo menos, até ao final de 2019 e, em qualquer caso, enquanto for necessário para assegurar a continuação da convergência sustentada da inflação no sentido de níveis abaixo, mas próximo, de 2% no médio prazo.

2) O Conselho do BCE pretende continuar a reinvestir, na totalidade, os pagamentos de capital dos títulos vincendos adquiridos ao abrigo do programa de compra de ativos durante um período prolongado após a data em que comece a aumentar as taxas de juro diretoras do BCE e, em qualquer caso, enquanto for necessário para manter condições de liquidez favoráveis e um nível amplo de acomodação monetária.

3) Será lançada uma nova série de operações de refinanciamento de prazo alargado direcionadas trimestrais (ORPA direcionadas III), que terá início em setembro de 2019 e terminará em março de 2021, tendo cada operação um prazo de dois anos. As novas operações ajudarão a preservar condições de financiamento bancário favoráveis e a transmissão regular da política monetária. No âmbito das ORPA direcionadas III, as contrapartes poderão solicitar em empréstimos até 30% dos empréstimos elegíveis à data de 28 de fevereiro de 2019, a uma taxa indexada à taxa de juro das operações principais de refinanciamento ao longo do período de duração de cada operação. Tal como o programa atual de ORPA direcionadas, as ORPA direcionadas III incorporarão incentivos para que as condições de crédito permaneçam favoráveis. Serão comunicados oportunamente mais pormenores sobre os termos precisos das ORPA direcionadas III.

4) As operações de refinanciamento do Eurosistema continuarão a ser realizadas sob a forma de procedimentos de leilão de taxa fixa com colocação total, enquanto for necessário e, pelo menos, até ao final do período de manutenção de reservas com início em março de 2021.

O Presidente do BCE exporá as razões que determinaram estas decisões numa conferência de imprensa a realizar hoje às 14h30 (hora da Europa Central).”

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 07/03/2019 - 11:08